segunda-feira, maio 01, 2006

CampanhaS

CARTOON: AQUI

Em caráter urgente: (entrementes visito blogs amigos)
CAMPANHA CONTRA A FOME
Cristina, do L'ânima d'água me convidou para esta campanha contra a fome.
Obrigada Cris!
O problema mais vergonhoso do mundo todo penso que seja mesmo a fome. Em meio a desigualdade este problema deve ser combatido.
Ipsis literis:
"Fui convocada pela Maquina do Tempo ...
Há a fome dos outros. A fome de poder. A fome da leviandade. A fome da inércia. A fome de vida. A nossa fome. - Mãe tenho fome!- Poderás ter vontade de comer. Fome… duvido.- Pronto, está bem, tenho vontade de comer. Mas é uma frase mais longa.- Mas é a frase correcta. Jamais confundas fome, com vontade de comer.
Foi através daqui, da ONE, que começou este pequeno gesto de solidariedade para com os povos mais desfavorecidos. E foi através desta Senhora, de nome Maria Árvore, a quem roubei esta frase, que vos dou a ler o seguinte:"Banco Alimentar Contra a Fome", que todos os dias ajuda a colmatar a pobreza e a fome em Portugal e que já a 6 e 7 de Maio próximo estará num supermercado próximo de si, ou então, a APAV – Associação de Apoio à Vítima por apoiar as vítimas de todos os tipos de crimes . Já agora, que não custa nada, passem por aqui e façam o favor, e apoiarem a velhinha UNICEF, que continua muito coerente com os seus princípios básicos. Ela agradece.Obrigada!
Poema de Elisa Lucinda, na fala de Ana Carolina (Só Sacanagem) veja aqui! "

Seguem as cordas para:
Filhos da Lua ou outro blog da Caritas, pois este é dedicado a Esquizofrenia
Observação: somente o blog do Guto: Quase poema desta lista acima não foi avisado, pois encontra-se fora do ar. Os convites exemplificativos seguem a tradição de costume. Mas, não pretendo com isso di
scriminar nenhuma das muitas pessoas queridas que encontro em meu caminho.
Enfim, estou convidando estas pessoas que comentaram por último aqui, mas todos que quizerem também estão covidados e podem participar desta campanha.
A Cristina também me convidou para participar da campanha contra AIDS e sugeriu que descemos a esta campanha uma conotação brasileira, já que veio de Portugal. Já que muitos casos de AIDS são devidos as drogas, a campanha contra drogas é sempre oportuna também. Por isso o jovem deve ser ouvido com paciência e respeitar sem temer aos seus pais, havendo assim abertura. Quanto a AIDS adquirida por falta de higiene nos hospitais, dentistas e postos de saúde é vergonhoso. Isso não pode ocorrer e o governo não pode e não deve economizar em higiene na minha opinião, usando assim material descartável ou esterelizado. Aí vai a campanha contra a AIDS:
A AIDS adquirida pelo contato sexual poderia causar um discurso moralista como muitas vezes já percebi, do qual eu me abstenho. O sexo para mim também tem a ver com a espiritualidade, mas não devemos julgar o próximo por não ver o sexo como algo sacrado. Aqueles que fazem sexo pelo sexo e têm muitos parceiros não são punidos pela AIDS como se isso se tratasse de pecado, mas devem tomar precausões para evitar a AIDS para si mesmos e para os outros. Aideticos revoltados que transmitem a doença pelo contato sexual estão cometendo um crime previsto no Código Penal e estão realmente muito doentes tanto física, como mental ou espiritualmente. É preciso cuidado e uso de camisinha sempre, seja para transar com a pessoa mais maravilhosa do mundo na opinião do parceiro ou não.
AIDS NO BRASIL
Ipsis literis:
"Portal da Sexualidade, veja aqui
Educação Preventiva, aqui
E aqui
Material didático fornecido pela Cristina Oliveira. Não sinto inspiração para escrever sobre estes dois temas acima, mas tenho prazer em participar."
CAMPANHA PELA ESQUIZOFRENIA COM INCLUSÃO SOCIAL
O que me parece importante é também o que a Caritas colocou em seu blog e acabo de comentar:
Deixo como campanha pela compreensão e aceitação do esquizofrênico na sociedade, o próprio blog da Cáritas: Filhos da Lua , para que um dia todo o esquizo possa chegar e dizer numa boa que é esquizofrênico sem afastar as pessoas e sem receber um comportamento diferenciado a não ser no bom sentido, aquele de compreendermos a diversidade.
"Angústia, é um nó muito apertado,bem no meio do sossego".
Todo um blog dedicado a Esquizofrenia, aos esquizofrênicos...existe e talvez outros.
A Esquizofrenia é um verdadeiro tabu social e ouso dizer: Até mesmo e talvez principalmente entre muitos psiquiatras que se consideram hierarquicamente superiores aos seus pacientes através dos quais em alguns casos até mesmo enriquecem e vivem quase sempre de forma muito confortável economicamente menosprezando quem lhes conferiu oportunidade de viver bem.
A Dona Angústia é a irmã do Desespero. E o desespero pode fazer uma pessoa querer apenas morrer. Esta angústia faz parte de um quadro em que o esquizofrênico se depara sempre que tem suas crises determinadas pela genética, mas nem sempre tão somente pela genética, mas pelos fatores ambientais. Se o esquizofrênico pode ou não ser reconhecido nos períodos em que não está em surto deveria ser mais questionado. A postura tradicional da medicina é a de pensar que um esquizofrênico como um daltônico percebe o mundo de forma diferente. Pois eu duvido. Duvido, porque simplesmente acredito na evolução da Ciência e de tudo e será visto mais sobre esta doença, sendo que Freud se ocupou mais da Histeria e de sua cura e Jung, sujeito considerado por alguns um bom psicótico ocupou-se melhor da Esquizofrenia considerando as fantasias esquizoides que se parecem com sonhos e delírios em fases graves desta doença que no passado matou muitas pessoas. O véu de mistério que trás a afirmação cientifica de que a Esquizofrenia não tem cura está se desfazendo nestes dias, em que alguns médicos mantém a doença sobre um controle rígido, mas ainda é duro para paciente que encontra horizonte satisfatório apenas no desenvolvimento espiritual, na sabedoria, na cultura e no aperfeiçoamento capaz de afastar a psicose num mundo que muito desconhece da própria.
No Direito a incapacitação significa um caput de minutio, uma cabeça diminuida, cortar a cabeça, uma forma de morte social e política. Por isso é oportuno dizer que alguém é louco mesmo hoje em dia para matá-lo em vida, para aqueles que consideram o próximo como impecílio a suas vidas em uma competição frenêtica em que a posse significa tudo, até mesmo quanto as pessoas.
Eu também tenho medo da loucura como muitos, mas não exatamente um preconceito... Preciso me defender como daquele caso em que levei uma cuspida no rosto de uma louca sem motivos quando passava na rua, pois aquela louca não estava recebendo um tratamento adequado, ou desistiram dela ou ela desistiu de si mesma, ou ambos. É preciso não desistir.
TODAS ESTAS CAMPANHAS SÃO CAMPANHAS PELA DIGNIDADE DOS SERES HUMANOS
ACREDITE NELAS E AJUDE COMO PUDER, POR FAVOR!

_Quanta campanha! Croach!

|

Links to this post:

Criar um link

<< Home