quinta-feira, março 30, 2006

Diga não a poluição!

Por poluentes tóxicos.
Veja mais aqui (linque)
http://www.greenpeace.org.br/



_Você é aquele um que faz a diferença.

S.O.S focas


Imagem pesquisada no google que remete ao
blog http://ondas2.blogs.sapo.pt
Contém direitos autorais
http://go.fungic.hu
ou mais ou menos isso conforme pude ver

A campanha se multiplica indefinidamente e agora também estou participando. Fiquei pensando ontem a noite por que eu ainda não havia entrado nesta campanha. Acho que é porque quis (prometo escrever quis com s e não com z em Português) dar um destaque ao problema da Farra do Boi que é do Brasil. Gostaria que o mundo se interessasse também por este problema da farra do boi e vários protestassem.

Foca é um bichinho lindo e gentil na minha opinião. Em termos de Ecologia não importa muito o que que eu acho, pois todos os animais têm direito ao nosso respeito. Mas, aproveitemos esta ternura que muitas pessoas sentem diante das focas para ajudá-las a sairem dessa situação estupida e "tradicional" de serem mortas a pauladas pelos seus caçadores. As tradições precisam evoluir.

"Recomeça a caça a focas no Canadá


Cerca de 325 mil animais estão na mira dos caçadores no Golfo de São Lorenzo. Autoridades e moradores justificam o sangrento espetáculoToronto, Canadá - Apesar dos protestos de ativistas defensores dos direitos dos animais, como o ex-beatle Paul McCartney e a atriz francesa Brigitte Bardot, a caça de focas começou no Canadá, no dia 25 de março, no gelado Golfo de São Lorenzo. "

Leia mais: aqui (linque)

http://www.ecoagencia.com.br/

Protestaram também os blogs:

http://ambientehoje.blogspot.com/
http://aguasdavida.blogspot.com
http://mundoanimal2.blogspot.com

e outros. Por favor, se você também fez esta campanha, coloque seu linque nos coments!


_Elas são mesmo muito bonitinhas. Como tem a coragem de maltratar estes animaizinhos?

_Não dá para entender. As focas são mesmo a coisa mais fofa. Como não dá para termos uma foca em casa, seria bom ter uma foca de brinquedo, para as crianças é lógico...

quarta-feira, março 29, 2006

Karma, karma!

Aos coments respoderei quando tiver um tempo. Desculpem as demoras, amigos!




_Fica fazendo unhas...

Covardia humana

Desde já agradeço a Fátima do Mundo animal por este e-mail que eu só poderia publicar na web.
Obrigada Fátima!
Estou aguardando que a imprensa oficial e a mídia se manifestem sobre esta covardia de homens que desejam parecer corajosos. E me parece que algumas mulheres se não participam da farra do boi, também participariam, mas vamos varrer esta vergonha e atraso espiritual da face da terra e Deus é grande. Taí:

PARA REFLETIR E REPASSAR AOS AMIGOS........(e pros inimigos também divulguem não necessariamente por e-mail- pois tem inimigo que pode ter coração, nunca se sabe...0 parenteses é meu-mas, saibam que não envio nenhum e-mail que possa virar corrente e não tenho feito nenhuma excessão quanto a isso )

Bjs
Fátima
http://mundoanimal2.blogspot.com/



Da farra-de-homens mal-acostumados, contra bois indefesosSônia T. FelipeDo boi e do homem voltamos sempre a falar, no Estado de Santa Catarina, a cada ano, com a aproximação das festas da ressurreição. Sempre a pretexto de se preservar a cultura e a tradição açorianas, trazidas para a Ilha de Santa Catarina, aficcionados cidadãos, rasgando a Constituição e ridicularizando a ética e a justiça, reúne-se, levando suas próprias crianças, tãovulneráveis à violência e à morte como o boi, para correr atrás de bois, em estado de pânico. Parece muito inocente, essa farra que mata jovens emeninos, todos os anos, erroneamente denominada de a farra do boi, pois, a bem da verdade, ela é simplesmente a farra de alguns poucos homens, comgosto de sangue a lhes anuviar o sabor da própria vida.O boi corre, exausto, faz investidas contra os que o maltratam, estaca,senta-se, bufa, as narinas dilatadas, o pulmão em sufoco, o coração emdisparada, um toco ensangüentado no lugar da cauda. Coração, pulmões,músculos, e a desproporção entre a estrutura muscular de suas pernas e o volume do corpo, obrigado pela multidão a mover-se com velocidade, são o que de mais objetivo se apresenta aos sapiens, como indicadores da constituição vulnerável do bovino.Por natureza, esse animal não é de corrida, muito menos, de luta. Ele não tem garras nem presas. Não ataca a não ser em legítima defesa, não morde, nem fere, se deixado em paz. O volume de seu corpo, porém, excita os machos que fazem uma farra. Confrontar-se com tal volume parece propiciar-lhes o que lhes falta: virilidade. E esta não se mostra boa-coisa. É bruta. Machuca e mata.Investir contra os que o atacam, nem sempre resulta eficaz, para o boi. Para poder investir com sucesso, faltam-lhe os músculos típicos do arranque veloz e da corrida-de-fundo. Falta-lhe, ainda, treinador, massagista,fisioterapeuta, benesses dos reais lutadores humanos, que sobem às arenas do boxe, e das demais lutas nas quais homens confrontam-se fisicamente.Mas, não se trata apenas da constituição anatômica e fisiológica do animal, também de sua constituição psíquica. O boi investe contra esse outro animal que o provoca, não porque ache isso uma delícia de brincadeira. Ele o faz, tentando demover o agressor de aproximar-se demasiadamente do seu corpo.Afinal, um corpo enorme, pesando mais de meia tonelada, sustentado etransportado por quatro pernas pequenas e finas, com músculos impróprios para a luta, é tudo o que o animal tem, para mostrar ao homem que se excita em sua presença, que essa tradição não apenas é de pouco bom-gosto, mascruel em sua origem, pois parte do suposto de que os animais são objetos da diversão de homens entediados. Bois são lentos ao caminhar. Grande é aqueima de oxigênio para mover seu corpo, por isso ele se move com lentidão.Falta-lhe oxigênio.O mesmo nos acontece. Sofremos quando temos de nos deslocar em velocidade superior à da reposição de oxigênio. Por essa razão, comemoramos tanto o velocista olímpico, o maratonista. Pois o atleta força sua natureza asuperar-se. A diferença é que ele escolhe o desafio e o custo de romper seus próprios limites biológicos. O boi não tem escolha. É simplesmente forçado a compor uma cena que jamais poderá lhe propiciar qualquer benefício. Enquanto os atletas treinam anos a fio sua fisiologia, para superar a condiçãonatural e competir com seus iguais, na arte treinada, a maioria dos seres humanos não se dedica a nada disso, pois não vê benefício algum em gastar tanta energia, para compor a cena final da competição, e servir deespetáculo para os sedentários.Somos como os bois. Sem treino para o jogo. Qualquer esforço sobre músculos do nosso corpo, não utilizados nas atividades sedentárias diárias, resulta em falta de ar, pulsação acelerada, perda de líquido, dores horríveisdurante o esforço desmesurado e no dia seguinte. Em nosso psiquismo a reação que se esboça é a de uma profunda angústia, medo de parada cardíaca, medo de sufocar, medo da dor. Sentamos na calçada, ofegantes. Mas, ninguém nos dá cutucadas nem chutes para que prossigamos.Tudo o que mais abominariam, caso alguém se atrevesse a fazer contra seus corpos, na farra-do-boi, esses homens fazem contra o animal. Toda acrueldade é praticada em nome da tradição, como se a defesa de um costume fosse um valor absoluto, mesmo quando o costume aparece aos olhos de todos os demais como brutal, violento, inútil, injusto, expressão de um atraso moral inqualificável, pois não faltam argumentos contrários aos mesmos, na mídia impressa, escrita e televisionada.Os açorianos, caso algum dia tenham brincado com bois soltos nas ruas,certamente o fizeram num tempo em que não havia mais nada para distrair a multidão aborrecida, a não ser os rituais religiosos. A farra é um atonão-religioso, fere os princípios mais básicos da moralidade humana, osentido de justiça e o próprio conceito de humanidade que a tanto custo se tem procurado construir na natureza dos animais dotados de razão esensibilidade.Os animais sensíveis não sentem apenas a dor, têm consciência e angústia do limite de seu corpo. A crueldade contra eles expressa simplesmente o nível de crueldade da qual o homem é capaz, contra os seres de sua própriaespécie.Um país que vilipendia sua própria Constituição, que deixa os policiaisobservando as práticas de crueldade contra os bois sem levar preso quemfarreia, julga-se acima da moralidade humana, acima dos padrõesinternacionais de civilidade, acima do dever de compaixão e de justiça.Nesse país, por conta de sua tradição hipócrita e indiferente ao sofrimento de quem sofre a crueldade, exatamente, perecem meninos, vítimas dessa farra contra vida, que, hoje, ao redor do planeta, só no Brasil se pratica com desdém, pois em outros lugares a morte vem pela mão do inimigo, não do que está próximo. No Brasil, há uma farra contra a vida dos seres vulneráveis à brutalidade alheia, que se estabelece a cada dia. Ora o boi é usado como arma para matar a criança, ora o automóvel, ou o hábito de consumir drogas fornecidas por um mercado de violência e morte.Em uma região apenas, de Santa Catarina, temos essa farra repulsiva, arepetir-se cada ano. O povo do resto do Estado envergonha-se de encabeçar, na quaresma, a lista dos mais violadores dos direitos animais, ao redor do planeta. Mas, a matriz cognitiva e moral da violência é de uma mesmanatureza: sua matança em massa, nos centros de confinamento dos animais para o abate, e pela tortura contra os bois escolhidos para a farra dosmal-acostumados a uma tradição que apenas nos achincalha, nosso Estado está batendo todos os recordes internacionais de maldade contra os animais. Há alguém que sente orgulho disso?Jamais presenciamos qualquer animal praticando atos que excedam suacapacidade física natural. E, menos ainda, o fazem contra nós. Sempre que presenciamos uma cena dessas, esses animais estão em nosso poder e sãoforçados, por medo de chibatadas, medo da morte ou angústia artificialmente produzida, a fazerem o que, por livre e espontânea vontade jamais fariam.A farra dos homens contra o boi é uma farra andro-chauvinista, exclusiva do homem. Emoções fortes é o que esse procura, ao colocar um boi na jogada. As mesmas emoções, com nenhum prejuízo ético, esse homem pode conseguircorrendo colina acima, para chegar por primeiro. Imagine se um boi operseguisse colina acima! Farra, na qual uma das partes nada ganha e tudo perde, e outra se regozija é gozo, não é brincadeira. A perversão moral leva o homem a julgar que deve preservar a tradição que lhe assegura o privilégio de gozar às custas da dor e do sofrimento alheios. O estupro é uma prática sexual tradicional. A violência contra as mulheres, também. Não porcoincidência, ambas são práticas tradicionais de homens, contra seresvulneráveis.Se seres superiores a nós em inteligência nos capturassem e nos levassem em gaiolas para seus territórios, nos usassem em brincadeiras aterrorizantes, incompreensíveis para nosso intelecto, certamente não expressaríamos em sua língua o sofrimento ao qual nos sujeitariam, mas, estarrecidos,consta taríamos a existência de seres capazes da maldade, resultante do uso de sua superioridade intelectual e racional para troçar cruelmente de nós. O modo como toleramos a crueldade e extermínio de animais não-sapiens revela, lamentavelmente, o quanto toleramos a crueldade contra adolescentes nasruas, negros, homossexuais, mulheres, idosos, pobres e sem-teto. Paramudarmos nossa relação com esses últimos, urge que nos demos conta do que fazemos a todos os seres que julgamos inferiores a nós.Ilha de Santa Catarina, 21 de março de 2006(Sônia T. Felipe - Doutora em Teoria Política e Filosofia Moral,Co-fundadora do Núcleo de Estudos Interdisciplinares sobre a Violência;voluntária do Centro de Direitos Humanos da Grande Florianópolis(1997-2001); co-autora de, A violência das mortes por decreto; O corpoviolentado; Justiça como Eqüidade, Por uma questão de princípios. Coordena oLaboratório de Ética Prática, do Departamento de Filosofia da UFSC,professora e pesquisadora dos Programas de graduação e pós-graduação emFilosofia, e do Doutorado Interdisciplinar em Ciências Humanas, da UFSC,autora de dezenas de artigos em coletâneas nacionais e internacionais sobreética animal, Membro Permanente do Centro de Filosofia da Universidade deLisboa e do Bioethics Institute da Fundação Luso-americana para oDesenvolvimento, Lisboa)


LUTE PELO FIM DA FARRA DO BOI!LINK PARA ASSINAR CARTA DE PROTESTO http://two.guestbook.de/gb.cgi?gid=849400&prot=hvfnvl
MAIS INFORMAÇÕES : http://www.eobicho.org/
Ajudem, por favor! Que ser "humano" possa continuar tendo esta conotação de pessoa boa e compassiva e não o contrário. Conto com você. Vamos exercer direitos!
Obrigada a todos os que leram e refletiram esta notícia, mesmo àqueles que ficaram irritados, pois esta irritação pode ser transformada em verdadeira conscientização para que possamos todos acordar para nossa verdadeira natureza que não só razão, nem muito menos brutalidade.
Mu!


Farra do boi nunca mais!

Mu!

Notícia publicada em carácter de urgência assim que eu abri este e-mail.

domingo, março 26, 2006

?

Constatei que foram criados dois blogs para colocar os linques do muito fofo. O que importa é o que está lincado aqui:

http://linquesdomuitofofoblog.blogspot.com

o outro pode ter sido um engano de minha parte:

é o

http://linquesdomuitofofo.blogspot.com

e está incompleto.

Voltei do possível soninho para arrumar algo no texto para fins de clareza. Pretendo melhorar na questão da clareza.




Céu prá todos


O post a seguir é inspirado no que está ocorrendo em Portugal, poema coletivo no blog da Fátima Silva e no blog do Félix (nos meus linques) sobre o "céu"- Isso leva a pensar.

O "Céu é para todos" é uma linda música de Marisa Monte.
"Carneirinho, carneirão beirão beirão, olhai pro céu, olhai pro chão, pro chão, pro chão..."
(música infantil- folclore brasileiro)

O céu pode ter este sentido de camada que envolve a terra de ar, ou ter um sentido cósmico de universo, ou mesmo ter um sentido místico de paraiso.

Proteger o céu das novas gerações é algo mais terra, mais pé no chão e necessário. Veja este linque:

http://www.revistamacrocosmo.com/ceuparatodos/

Neste linque percebemos que há uma poluição luminosa e que os excessos que cometemos em relação ao uso da luminosidade artificial pode afetar as novas gerações. Temos uma responsabilidade para com elas.

Ainda a respeito do Céu eu ganhei um folder de uma colega que nos fala no trabalho de um casal de musico terapeutas relativo a termos asas e raizes ambas necessárias. Isso tem a ver com a música que eu ouvia quando criança "carneirinho, carneirão, beirão, beirão! Olhai pro céu, pro céu, pro chão, pro chão, pro chão, pro chão". Ancoramento para aqueles que se vão em seus devaneios! Vamos cuidar bem em todos os sentidos, pois, do nosso céu (ou Céu) e do nosso chão (ou Chão, Terra Mater, Gaia). Se eu olhar apenas para o céu, aquilo que idealizo, imagino e crio e não olhar para o chão posso cair tropeçando em uma pedra e se olhar somente para o chão a vida fica bem sem graça. Uns olham mais para a terra e outros mais para o chão e "cada um sabe onde lhe aperta o sapato". Já falei sobre isso, eu sei, mas já tenho 43 anos e o direito a repetição está aumentando.

Abraço.



_Croach...Sapos ganham asas em certas ocasiões.

_Que que você quer dizer com isso?

_Deixa prá lá...

_hummmmm

_nnnnnnnnnnnheeé

sábado, março 25, 2006

Polen suplemento alimentar


Além de outras funções é bom para anemia (ver com o médico no caso de anemia se é uma anemia leve, senão o médico terá de dosar o ferro necessário- e previne anemia sobretudo durante a gravidez) e previne gripes e resfriados ativando o sitema imunológico, bom para pessoas estressadas e atletas que gastam muita energia. Para usá-lo em natura basta uma colher de sobremesa por dia para adultos. Tem um gosto um pouco amargo que acostuma o paladar, podendo ser usado no leite, na glanola com leite, adoçado com mel em sucos ou até mesmo diretamente na boca sem maiores problemas. Mais difícil é acostumar com o gosto do levedo de cerveja que torna-se apreciável com banana amassada adoçada ou não.
Em Porto Alegre você encontra polen e outros suplementos alimentares em natura na Feira de Produtos Ecológicos da José Bonifácio aos Sábados.
Há os que apreciam tomar suplementos em cápsulas. Existem em várias modalidades e neste caso é só buscar n seu sistema de busca da internet. Eu somente encontrei o polen num suplemento alimentar em cápsulas que contém outros suplementos em forma de fortificante natural. Mas, resolvi postar sobre o uso in natura deste produto, pois é como eu acho preferível usar, pois sai mais barato e é alimento além de ser remédio. Acho que devemos nos acostumar com o gosto do que faz bem.
Não seria aconselhável para quem faz um vegetarianismo restrito, pois é um produto das abelhas que carregam consigo este polen em pequenas porções (formando bolinhas) e entendo que a rigor não seja bom retirar o que é das abelhas. Em todo caso estou usando este suplemento para continuar forte juntamente a outros produtos que compro aos poucos.


_Eu prefiro as abelhas direto.

quarta-feira, março 22, 2006

Contra a farra do boi

Finalmente coloquei linque para o blog do André Luz: http://poteussos.blogspot.com
que continuou se manifestando sobre a farra do boi com muita propriedade.
Recebi o seguinte e-mail da Mar do http://ameanatureza.blogspot.com

"Manifestos condenam farra-do-boi
Entidades de proteção aos animais se mobilizaram
Itajaí/Florianópolis - Já era noite em Itajaí quando uma "farra-do-boi" diferente encantou a todos na praça da Igreja Matriz. Crianças do grupo cultural Boi-de-Mamão e Dança Portuguesa realizaram uma apresentação especial, mostrando toda a beleza da tradicional manifestação da cultura popular do litoral catarinense, em manifesto aos atos de crueldade e tortura que acontecem com o boi durante uma farra, presente em diversas comunidades do Estado, principalmente nesta época do ano, quando nos aproximamos da Semana Santa. Na farra-do-boi, animal é perseguido pelos farristas, que, em alguns casos, carregam pedaços de pau, cordas, chicotes e pedras para acertá-lo. Já em Itajaí, o protesto de ontem foi pacífico e reuniu aproximadamente cem pessoas no centro da cidade. A atividade integrou a manifestação nacional contra a farra-do-boi, organizada pela Sociedade Mundial de Proteção aos Animais (WSPA). "O animal também sente dor, como todo ser humano. A farra não é uma cultura e queremos despertar esta consciência na população, pois farra-do-boi é crime", destaca Ione Brautigam, integrante do conselho diretor da Associação Itajaiense de Proteção aos Animais (SOS Animal), que coordenou as atividades no município. Opinião parecida tem o senhor Arnoldo José Pereira, de 86 anos, presidente do grupo Boi-de-Mamão e Dança Portuguesa. Ele carrega nas veias a tradição da cultura açoriana e, desde os dez anos de idade, participa do boi-de-mamão, brincadeira que considera extremamente saudável, pois ressalta as raízes locais, sem agredir os animais. "Não aprovo esta farra que machuca o boi e nossa apresentação mostra que podemos manter a tradição açoriana de uma maneira inteligente, sem violência", frisa Pereira. Um grupo de hare krishna também chamou a atenção durante o manifesto, trazendo faixas com os seguintes dizeres: "Diga não à farra-do-boi e a matança de animais" e "Se matar é contra a vontade de Deus, imagina torturar". Em Florianópolis, a manifestação contra a farra-do-boi teve panfletagem, discursos em megafone e faixas exibidas na esquina democrática, que fica no calçadão da rua Felipe Schmidt (centro). Os integrantes de pelo menos quatro entidades e ONGs em defesa dos animais e meio-ambiente tentaram mobilizar a população contra a prática e exigiram o cumprimento das leis que apontam a farra como crime. Participaram representantes da Ecosul, Fundo Vira-lata, R-3 Animal, WSPA Brasil, e o vereador Márcio de Souza (PT). Na opinião das entidades, o Estado de Santa Catarina deixa a desejar no combate à prática, registrada em municípios litorâneos durante a Quaresma e na Semana Santa. "É um retrocesso apoiá-la. Crime não se discute", declarou Halem Nery Guerra, da Ecosul (Florianópolis). "É uma barbaridade o que vem acontecendo há muito tempo no Estado, as declarações de apoio à farra-do-boi. Eu não conheço um turista que aprove isso", condenou Geisa Rigo, do Fundo Vira-lata (Garopaba). Os defensores dos animais começaram a colher assinaturas num abaixo-assinado que repudia a farra e que irão entregar ao ministério público. Acusaram o governo catarinense de ignorar a lei federal 9.605/98, que proíbe todo e qualquer ato que tenha por fim "praticar abuso, maus tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos". Além de frases em que apontavam crueldades, quem passava pelo calçadão pôde ver fotos de bois mortos. No panfleto, as entidades reproduziram as leis que incriminam a prática, "a qual fere o orgulho de Santa Catarina". O ato se estendeu até o começo da noite. (topo)
....................................................
Flagrantee detenção
Porto Belo/Tijucas - Apesar dos manifestos e da proibição, farristas do litoral Manifestos condenam farra-do-boi


Entidades de proteção aos animais se mobilizaram

Itajaí/Florianópolis - Já era noite em Itajaí quando uma "farra-do-boi" diferente encantou a todos na praça da Igreja Matriz. Crianças do grupo cultural Boi-de-Mamão e Dança Portuguesa realizaram uma apresentação especial, mostrando toda a beleza da tradicional manifestação da cultura popular do litoral catarinense, em manifesto aos atos de crueldade e tortura que acontecem com o boi durante uma farra, presente em diversas comunidades do Estado, principalmente nesta época do ano, quando nos aproximamos da Semana Santa.
Na farra-do-boi, animal é perseguido pelos farristas, que, em alguns casos, carregam pedaços de pau, cordas, chicotes e pedras para acertá-lo. Já em Itajaí, o protesto de ontem foi pacífico e reuniu aproximadamente cem pessoas no centro da cidade. A atividade integrou a manifestação nacional contra a farra-do-boi, organizada pela Sociedade Mundial de Proteção aos Animais (WSPA). "O animal também sente dor, como todo ser humano. A farra não é uma cultura e queremos despertar esta consciência na população, pois farra-do-boi é crime", destaca Ione Brautigam, integrante do conselho diretor da Associação Itajaiense de Proteção aos Animais (SOS Animal), que coordenou as atividades no município.
Opinião parecida tem o senhor Arnoldo José Pereira, de 86 anos, presidente do grupo Boi-de-Mamão e Dança Portuguesa. Ele carrega nas veias a tradição da cultura açoriana e, desde os dez anos de idade, participa do boi-de-mamão, brincadeira que considera extremamente saudável, pois ressalta as raízes locais, sem agredir os animais. "Não aprovo esta farra que machuca o boi e nossa apresentação mostra que podemos manter a tradição açoriana de uma maneira inteligente, sem violência", frisa Pereira.
Um grupo de hare krishna também chamou a atenção durante o manifesto, trazendo faixas com os seguintes dizeres: "Diga não à farra-do-boi e a matança de animais" e "Se matar é contra a vontade de Deus, imagina torturar".
Em Florianópolis, a manifestação contra a farra-do-boi teve panfletagem, discursos em megafone e faixas exibidas na esquina democrática, que fica no calçadão da rua Felipe Schmidt (centro). Os integrantes de pelo menos quatro entidades e ONGs em defesa dos animais e meio-ambiente tentaram mobilizar a população contra a prática e exigiram o cumprimento das leis que apontam a farra como crime.
Participaram representantes da Ecosul, Fundo Vira-lata, R-3 Animal, WSPA Brasil, e o vereador Márcio de Souza (PT). Na opinião das entidades, o Estado de Santa Catarina deixa a desejar no combate à prática, registrada em municípios litorâneos durante a Quaresma e na Semana Santa. "É um retrocesso apoiá-la. Crime não se discute", declarou Halem Nery Guerra, da Ecosul (Florianópolis). "É uma barbaridade o que vem acontecendo há muito tempo no Estado, as declarações de apoio à farra-do-boi. Eu não conheço um turista que aprove isso", condenou Geisa Rigo, do Fundo Vira-lata (Garopaba).
Os defensores dos animais começaram a colher assinaturas num abaixo-assinado que repudia a farra e que irão entregar ao ministério público. Acusaram o governo catarinense de ignorar a lei federal 9.605/98, que proíbe todo e qualquer ato que tenha por fim "praticar abuso, maus tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos".
Além de frases em que apontavam crueldades, quem passava pelo calçadão pôde ver fotos de bois mortos. No panfleto, as entidades reproduziram as leis que incriminam a prática, "a qual fere o orgulho de Santa Catarina". O ato se estendeu até o começo da noite. (topo)


....................................................


Flagrante
e detenção

Porto Belo/Tijucas - Apesar dos manifestos e da proibição, farristas do litoral catarinense continuam cometendo o crime. A madrugada desta quarta-feira foi de bastante trabalho para a Polícia Militar de Porto Belo, Litoral Norte. Por volta das 3 horas, um caminhão que carregava um boi para ser solto em uma farra no centro do município foi detido na rodovia SC-412. Motorista, caminhão e animal foram conduzidos à delegacia, onde ficou constatado que o homem era reincidente nesse tipo de ocorrência. A Cidasc recolheu o boi e o levou até um abatedouro em Itajaí, onde foi morto por questões sanitárias.
Reportagem da Rede SC-SBT também flagrou, durante três noites consecutivas, na última sexta-feira, sábado e domingo, a realização de farra-do-boi na periferia de Tijucas, na Grande Florianópolis. (topo)
http://portal.an.com.br/2006/mar/16/0ger.jsp#5





catarinense continuam cometendo o crime. A madrugada desta quarta-feira foi de bastante trabalho para a Polícia Militar de Porto Belo, Litoral Norte. Por volta das 3 horas, um caminhão que carregava um boi para ser solto em uma farra no centro do município foi detido na rodovia SC-412. Motorista, caminhão e animal foram conduzidos à delegacia, onde ficou constatado que o homem era reincidente nesse tipo de ocorrência. A Cidasc recolheu o boi e o levou até um abatedouro em Itajaí, onde foi morto por questões sanitárias. Reportagem da Rede SC-SBT também flagrou, durante três noites consecutivas, na última sexta-feira, sábado e domingo, a realização de farra-do-boi na periferia de Tijucas, na Grande Florianópolis. (topo)
http://portal.an.com.br/2006/mar/16/0ger.jsp#5"


terça-feira, março 21, 2006

Albatrozes


"Os recursos alimentares presentes na superfície do oceano, desde zooplancton até lulas e peixes, sutentam populações de aves que vivem em alto mar o ano todo, dia e noite, aproximando-se às ilhas remotas e aos trechos isolados das costas continentais apenas para a reprodução. São aves denominadas 'oceânicas' ou 'pelágicas'. A ordem dos procellariformes, ou seja, a dos albatrozes e petréis, destaca-se pelo alto grau de especialização a este estilo de vida, e inclui a grande maioria das espécies de aves pelágicas encontradas nos oceanos do mundo." ...
do
Guia de Albatrozes e Petréis do Sul do Brasil- de Carolus M. Vooren e André C. Fernandes
Grifei: estilo de vida.
Baudelaire, poeta francês fez uma analogia entre o albatroz e o poeta.
O albatroz quando não está em seu momento de vôo e desajeitado no chão. Pesa a realidade para muitos homens capazes de grande inspiração.
Conta-se que albatrozes eram mal tratados por marinheiros por preconceito, pois acreditavam que o animal seria indolente pelo seu estilo de vida na terra, bastante diferente de quando vôa nos períodos em que ganha os céus. Assim que Baudelaire sentia-se como poeta. Foi um poeta execrado pela sociedade, bebado, sifilítico e viciado em uma poderosa droga da época. Hoje é bem mais fácil para os poetas e pensadores que podem viver uma vida quase normal eu diria. Sim, quase normal, como aquelas pessoas que não se guiam pelo senso comum, mas que sabem cativar a muitos, podendo serem mal tratados pelo brutos e estúpidos que não atingiram determinado grau de sensibilidade julgando com ligeireza, baseando-se pelo seu proprio estilo, o estilo daqueles que se locomovem tranqüilamente pelos caminhos da vida, mas não criam nada de novo, não contestando nada, elogiando todos os fatos consumados, tendo exatamente aqueles preconceitos, não os obvios, mas os preconceitos que a maioria tem como o preconceito contra a esquisofrenia, a psicose e otras oses. Estas mesmas oses tão graves não são tão graves quanto o gesto daqueles que ferem o albatroz por ele não se locomover direito sobre o chão, faz com que turma de crianças covardes zombem apenas de uma criança tímida, com que uma turma de crianças maltratem um animalzinho para testar cruelmente reações instintivas e dolorosas.
Que sejam bem vindo ao mundo todos os albatrozes! Temos muito a aprender com eles.

L’Albatros - Baudelaire
Souvent, pour s’amuser, les hommes d’équipage
Prennent des albatros, vastes oiseaux des mers,
Qui suivent, indolents compagnons de voyage,
La navire glissant sur les gouffres amers.
À peine les ont-ils déposés sur les planches,
Que ces rois de l’azur, maladroits et honteux,
Laissent piteusement leurs grandes ailes blanches
Comme des avirons traîner à côté d’eux.
Ce voyageur ailé, comme il est gauche et veule!
Lui, naguère si beau, qu’il est comique et laid!
L’un agace son bec avec un brûle-gueule,
L’autre mine, en boitant, l’infirme qui volait!
Le Poëte est semblable au prince des nuées
Qui hante la tempête et se rit de l’archer;
Exilé sur le sol au milieu des huées,
Ses ailes de géant l’empêchent de marcher.

O Albatroz
Freqüentemente, para se distrair, os homens da tripulação
Prendem alguns albatrozes, grandes pássaros dos mares,
Que acompanham, indolentes companheiros de viagem,
A embarcação deslizante sobre os abismos amargos.
A custo eles são lançados sobre as pranchas,
Que esses reis do azur*, desastrados e envergonhados,
Deixam lamentavelmente suas grandes asas brancas
Como remos puxados ao lado deles.
Este viajante alado, como é torto e franco!
Ele, flutua tão belo, que é cômico e desajeitado!
Um provoca seu bico com uma brasa,
O outro mina, coxo, o enfermo que voava!
O poeta é semelhante ao príncipe das nuvens
Que provoca a tempestade e se ri do arqueiro;
Exilado sobre o sol no meio das vaias,
Suas asas de gigante o impedem de marchar.

* le azur. sm azur. Fig. céu ; ar.
Este post também foi baseado em uma das revistas Língua Portuguesa que estão hoje em todas as bancas. Não achei agora a revista para colocar aqui maiores explicações.
Observação bem importante: Não sou a favor do uso de substâncias tôxicas. Sou contra a droga, o álcool e promiscuidade sexual. Digo isso, pois estou tendo aqui uma conversa franca e aberta, em favor do indivíduo e com resguardo em nós de tudo que há de mais saudável em nós. Não contra alguém, quem quer que seja... Portanto, quem fizer propaganda de alguma droga aqui só tem a tendência a se dar mal. Sou contra drogas, contra o álcool e contra promiscuidade. Espero ter sido bem clara na idéia que quiz passar para pessoas albatrozes principalmente.

_Na verdade os albaltrozes são é muito perigooooooooooooooosos.

_Humrummmm... Perigosos para quem deseja falsa segurança, acomodação e um enorme tédio fingindo que os problemas estão sempre nos outros. Adote um doido como amigo, que tal?

Sobre a obesidade

Notícia da ZH, Zero Hora, periódico de Porto Alegre, neste domingo: muitos obesos são desnutridos de acordo com a ONU e grande parte dos obesos estão nesta categoria, obviamente.
  • Já sabia disso a muitos anos atrás, mas agora estão compreendendo melhor a todos os seres da natureza e seus arredores.
  • Considera-se que a maioria dos obesos são pobres e por isso compram alimentos mais baratos e que engordam mais.
  • Na minha opinião, pesa muito a falta de fibras na alimentação. Todos os atuais refinados contém calorias vazias que causam desnutrição. E os alimentos integrais quase sempre são mais caros. Consumindo refinados as pessoas também perdem alguma proteção signifcativa contra o nervosismo e se alteram muito aumentando a violência. O pior neste sentido é o açúcar refinado que possui o dom de irritar sobretudo se aliado a cafeina do café preto.
  • A ONU deve mesmo meter a colher neste assunto e o governo brasileiro também. Mas, em todo caso as preferências pessoais devem ser muito respeitadas, assim como a privacidade das pessoas. Valha-me aqui a democracia e a liberdade.
  • É preciso substituir o doce cada vez mais pela fruta, tendo em vista que o excesso de açúcar não leva apenas a obesidade, mas a diabete e a problemas de glicose.
  • O que é saudável deve ter um preço justo.
  • Felizmente o mercado está sendo obrigado a revisar seus interesses na medida em que as pessoas se dão conta de que precisam alimentar-se de forma saudável.
  • Verduras bem leves como alface, radiche, chicória e agrião gastam mais calorias para serem ingeridos do que as calorias que contém em si. Por isso emagrecem. Devem ser ingeridos com abundância por pessoas que querem emagrecer. De preferência um prato cheio antes do prato principal.
  • Refrigerantes e salgadinhos são muito baratos, mas engordam muito.

_Não querem comer moscas. Nisso é que dá... Estão gordos e subnutridos então. Essa gente precisa ficar forte.

Farra do boi no orkut

Não participo do orkut, mas se você participa veja:

http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=1035968

ou pesquise no orkut: contra a farra do boi.

Se você participa do orkut colabore com estes seres que merecem todo o nosso respeito!

Não li nada ainda no orkut, sobre o assunto. Quando algum parente ou conhecido estiver no orkut vou aproveitar e pedir para dar uma lida.

Não me convidem, ao menos tão cedo para o orkut, pois já tive muitos convites recusados. Não tenho tempo para fazer mais nada além do que faço decentemente.

quarta-feira, março 15, 2006

Farra do Boi é crime

Fonte: aqui.
Selado.

Farra do Boi- estou contra

a farra do boi até o fim.

15 DE MARÇO
DIA NACIONAL DO PROTESTO CONTRA A FARRA DO BOI-

Vejam post da Fátima sobre o assunto no

http://mundoanimal2.blogspot.com

Veja aqui (linque) - Nesta página você pode comentar sobre o assunto e nos dar seu apoio.

Site geral deste hiper linque:

http://prod.midiaindependente.org/

Já havia ocorrido uma ação conjunta:

"Ação conjunta da polícia tenta coibir farra do boiPrática comum na Quaresma no Litoral de SC será reprimida07 de março de 2006
Autoridades ligadas à Segurança Pública de Santa Catarina definiram nesta terça-feira o plano de ação para coibir a farra do boi no Litoral do Estado. O encontro foi em Balneário Camboriú.
As polícias Militar, Civil e Federal, com apoio da Secretaria Regional de Itajaí e Companhia Integrada do Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (CIDASC), são as responsáveis por impedir a prática em toda a região. Ministério Público e entidades protetoras de animais também estão envolvidos.
Além disso, será solicitado também o reforço da Polícia Ambiental de Florianópolis para fiscalizar o transporte de animais por canoas nas comunidades onde a farra do boi é comum durante a Quaresma.
Até a Páscoa serão organizadas barreiras móveis e de efeito surpresa em cidades como Itapema, Bombinhas, Navegantes e Penha. As barreiras devem se tornar fixas e permanentes uma semana antes da Páscoa.
A Polícia Militar também está incentivando a população a denunciar anonimamente as ocorrências de farra na região pelo Disque-Denúncia 181.
Fonte: ClicRBS - RS "

Fonte: http://www.alpa.org.br/
Hiper linque: aqui

Como e porque farra do boi ainda no mundo civilizado.

Veja aqui. (linque). Interesses!

Naturalmetne que alguns blogs que ainda não conheço se manifestaram sobre o assunto a exemplo este:

http://poteussos.moblog.vivo.com.br/v1/moblog.aspx

Chega de estupidez!
Chega de farra do boi.

Aqueles indivíduos que querem provar a sua coragem que defendam a natureza. Isso sim é que é coragem.

Seu apoio é fundamental. Participe!

terça-feira, março 14, 2006

Crescimento?

Há o crescimento feito com destruição das matas, poluição do ar, morte de animais e sem aumento da qualidade de vida. É crescimento sem base, sem alicerce.
Os índices de crescimento de um país são indicados por uma percentagem que nem sempre indica crescimento, mas é com estes números que algumas pessoas se preocupam.

_Croach...

segunda-feira, março 13, 2006

Mata Atlântica hoje

A pedido da Mar , divulgo este e-mail via blog. Não costumo fazer divulgações via e-mail, pois fico longe de tudo o que cheira a corrente por e-mail.

Este post é dedicado a minha amiga Mar, dedicada as causas do meio ambiente e dos animais com muita fé, propósito, ideal e missão.

"MASSACRE DOS NOSSO BICHOS - Divulgue e participem da campanha !

ONGs "ambientalistas" e bancada ruralista fizeram uma aliança ($$$) para tentar aprovar um projeto de lei, o PL-Mata Atlântica, que libera os desmatamentos (PL da devastação).
A lei atual (decreto 750) já protege muito bem a Mata Atlântica e agora que começou a pegar para valer (com a atuação firme de ministério público tanto estadual como federal), a incomodar os devastadores, querem puxar o tapete e liberar tudo.
Se você acha ético defender a vida, que as gerações futuras têm direito a herdarem pelo menos alguns vestígios da MATA ATLÂNTICA, divulgue esta campanha! Exerça sua cidadania!! AJUDE A SALVAR A MATA ATLÂNTICA DA COBIÇA DO PODER ECONÔMICO.
<><><>
Não publico alguns e-mails aqui, pois faço diferente dos outros.
Aqui haviam e-mails para eventuais protestos de indignação.
Proponho que você tome consciência dos fatos e tome as suas próprias decisões criativas, caro leitor (Ruth Iara)
<><><>
(sugestão de protesto acatada por mim aqui neste post)

"Senhores Deputados,

Solicito uma melhor análise e discussão a respeito dos artigos 23 e 27 do PL-Mata Atlântica. Vejo com muita preocupação estes dois artigos, que liberam os desmatamentos e permitem a ação de madeireiras nos últimos fragmentos, nos vestígios da Mata Atlântica, o que é muito grave. Além disso, os pequenos proprietários não serão beneficiados, pois dificilmente eles ainda têm floresta para destruir nas condições estabelecidas pelo projeto. Ou seja, o projeto estimula a ocupação de áreas preservadas, sobretudo para implantação de reflorestamentos de pinus e eucalipto de grandes empresas, em parceria ou aquisição da área, como já vem ocorrendo.
Percebe-se que o projeto contempla o negócio de muitos dirigentes de ONGs, com a tal restauração, mudinhas de árvores etc. Isso não tem fundamentação científica, é folclórico. É impossível restaurar um ecossistema tropical tão complexo como a Mata Atlântica. É BRINCAR DE DEUS! A regeneração natural (espontânea) é muito vigorosa, sendo o processo predominante na maior parte da Mata Atlântica. A regeneração natural evita também a contaminação biológica, ou seja, a propagação de árvores de outras regiões (uma mesma espécie apresenta diferenças genéticas de uma região para outra). Devemos salvar as florestas que estão em pé, e todo o esforço deveria ser empreendido neste sentido.
O tal Fundo de Restauração deveria ser destinado exclusivamente às unidades de conservação federais e estaduais que estão à mingua e não no fortalecimento dos negócios particulares de dirigentes de ONGs.
Os senhores deveriam consultar os especialistas das universidades para reexaminar esta matéria, que é de extrema importância para a sociedade. Estão em jogo as últimas áreas de Mata Atlântica!!!
É uma insensatez pretender "salvar" a Mata Atlântica com uma lógica puramente econômica. A Mata Atlântica precisa de proteção e não de regras de exploração para atacar o que resta.
DESMATAR NÃO É PROGRESSO, DESMATAR TRAZ MISÉRIA!
O Brasil é um País moderno, não é um País de miseráveis que precisa aniquilar as últimas áreas de Mata Atlântica que garantem o abastecimento de água para 120 milhões de brasileiros e asseguram a prosperidade econômica nas grandes metrópoles. Não à lei dos desmatamentos (PL-Mata Atlântica)!
Atenciosamente,"
...
Ruth Iara
(Aqui eu assinaria um e-mail de indignação, mas este é um post de indignação, pois eu segundo algumas pessoas a Mata Atlântica está sendo destruida, segundo outras não e não posso ficar esperando que haja destruição de um ecossistema todo para depois tomar uma atitude, embora eu não tenha pressa. - Ruth Iara)
(Acho válido o pedido, isto é procedente. Quem pode tomar consciência do que realmente está acontecendo somos nós: o povo. - Ruth Iara)
...
"SAIBA MAIS SOBRE ESTA LEI
UM GOLPE DE MISERICÓRDIA NA MATA ATLÂNTICA
PL da devastação!
Fiquem atentos sobre a propaganda enganosa que está sendo divulgada por intermédio das ONGs governistas do novo projeto de lei (PL) da Mata Atlântica. Está se cometendo um gravíssimo equívoco ao informar a sociedade que o novo projeto vai proteger a Mata Atlântica, quando na verdade é bem ao contrário. E a sociedade precisa ser informada disso corretamente. Observa-se que não está sendo praticado o bom jornalismo nas notas que estão sendo publicadas na imprensa, pois não se comenta nada sobre a parte podre desse PL, que pode ser chamado de PL dos desmatamentos, da devastação, e ameaça aniquilar de vez com o que restou da Mata Atlântica.

Neste PL, as últimas áreas de Mata Atlântica são golpeadas do 1o. ao último artigo. Num desses artigos, por exemplo, permite o desmatamento e em outro possibilita a volta das madeireiras. A lei atual (750) é muito mais rigorosa em proteger a Mata Atlântica da ganância do poder econômico neste momento tão crítico, onde há uma pressão muito forte por parte das empresas de reflorestamento de pinus, que serão bastante beneficiadas com o novo projeto. Resumindo: a lei atual PROTEGE, enquanto a nova lei LIBERA o ataque aos remanescentes. A proposta da nova lei é equivalente a liberar os assaltos com regras sobre locais, horário, perfil da vítimas como medida para acabar com esse tipo de problema. Ou seja, não é possível conter a ganância das pessoas sem leis de proibição.

A Sra. Miriam, da APREMAVI (cujo marido, Wigold Schaffer, ocupa um cargo no Ministério do Meio Ambiente – é coordenador da Mata Atlântica), já teve a oportunidade de experimentar na prática o quanto são nocivas para a Mata Atlântica as propostas que defende com tanto fervor, que foram utilizadas há 5 anos no fracassado assentamento ecológico da Serra da Abelha, em Vitor Meireles (SC), quando ajudou o INCRA-SC a promover um assentamento numa das mais bem preservadas florestas de araucárias, com área de 4,2 mil hectares, que está agora sob intervenção do Ministério Público Federal, numa tentativa de salvar o que ainda resta daquela área, já quase totalmente destruída pela "exploração sustentável" dos assentados. Lamentavelmente, foi uma grande perda para a humanidade, dado a situação dramática das florestas de araucárias.

A Mata Atlântica precisa de proteção e não de propostas irresponsáveis de pessoas ambiciosas que defendem interesses pessoais acima de qualquer coisa. Lembrando que os viveiros de mudas, empreendimentos de dirigentes de ONGs ambientalistas, são muito bem contemplados no novo projeto. O direito individual não pode prevalecer sobre o coletivo, conforme estabelece a Constituição de nosso País, e das nações civilizadas em todo o planeta. "

<><><>
Minha resposta para Mar:
Querida Mar!Eu precisava mesmo de maiores esclarecimentos. Acho que sabes, mas convêm esclarecer ainda o seguinte: Em Tapes, interior do Rio Grande do Sul ouve invasão de uma fazenda pelos sem-terras liderados pelo MST e líderes europeus que incentivaram o movimento. O movimento teve cunho ecológico, mas não houve mensão sobre os motivos ecológicos do movimento na ZH, para a qual não interessou o fato desta fazenda estar produzindo madeira para celulose, pois no Rio Grande do Sul se pretende grande produção deste material para confeccionar papel principalmetne e com madeira de eucaliptos que podem estar formando monocultura, além de toda monocultura e latifúndios que temos por aqui. Em represália o Estado não vai mais fornecer incentivo ao MST e reclamam da impunidade dos mititantes do movimento pela reforma agrária que pretendem revolucionar por meio da força (não me sinto no direito de julgar uns e outros neste caso, pois não pertenço a estas categorias de sem-terras ou de agricultores). O Brasil nesse sentido vive um momento de crise e de transformação e o esclarecimento com diversos dados neste momento é de extrema importância para que as pessoas não formem uma opinião maniqueista e direcionada pela mídia em diversos sentidos. A mim parece que o plantio do eucalipto, a industrialização do papel a partir deste plantio trará recursos mais imediatos principalmente para o Rio Grande do Sul e divisas para o Brasil, mas a longo prazo poderemos ter um furo na ecomia causado por graves problemas ecológicos que não estavam em pauta na hora de repartirem a renda e engordarem os bolsos principalmente de particulares.Pretendo divulgar o assunto, mas por blog. Façamos parcerias para uma militância ecológica, pois uma gota....você sabe...
<><><>
Outro e-mail da Mar muito interessante e esclarecedor:
"Ola amiga. Te achei um tanto qt otimista no comentário no meu blog.
Hmmm seguinte: -Meu protesto iniciou no parecer dum instituto ecológico na minha cidade. São pessoas que lutam em manter a biodiversidade da mata atlântica. A PL Mata Atlantica libera 70% da área para desmatamento e replantio. No caso.. vão replantar eucalipto para vender a peso de ouro daqui a 10 anos. Na net, minha busca se resume em meio ambiente. Cinco horas que fico aqui.. são cinco horas que busco apenas noticias do meio ambiente.
Ruth Iara, mesmo se vc não tem visto nada acontecer nas áreas onde vc passa...... a coisa está acontecendo em outro ângulo. Estou agora num site http://arruda.rits.org.br/ (sim, conheço o Eco- em meus linques...vale a pena- penso eu)
onde se escreve o fato sem medos. Sou um tanto qt atrevida qd escrevo nos meus blogs. Muitas vezes perco a idéia de respeito a humanidade. Mas... isso está enraizado no fato de conhecer pessoas que naum tão nem aí e depredam desmatando sem dó nem piedade.
Ruth Iara.... quando eu me calar é porque o povo acordou.
Fique bem menina... tenha um bom domingo.
Abraços,
Mar "
<><><>
Titia Ruth, 43 aninhos, um pouco mais reacionária agora respondeu para Mar o seguinte:
Querida Mar!Ler a ZH e ouvir e ler opniões diversas faz com que eu tenha de medir um lado e outro para chegar a conclusões. Não saio acreditando em tudo que leio. Procuro formar a minha opinião. Ainda colocando um assunto pretendo que outras pessoas coloquem as suas impressões. Minhas impressões são causadas pelo meio em que vivo. A Zero Hora, de Porto Alegre elogiou muito os novos plantios de madeira no Sul, sobretudo os de eucalipto, fato que já está ocorrendo com a permissão do governo. No início assinei um baixo assinado para que isso não ocorresse tendo em vista a monocultura que pode prejudicar espécies nativas e ouvi pessoas de movimentos ecológicos na feira de produtos ecológicos que acontece nos sábado em Porto Alegre. Sou formada em Direito e sinceramente pretendo que quando se coloca uma notícia de peso com esta se deva argumentar mais para que se possa fazer prova e haja maior eficácia e não se pode exigir das pessoas que as opiniões já estejam formadas sobre determinado assunto. Evidentemente que os interessados na madeira de eucalipto principalmente (agora você coloca também o pinho nos seus esclarecimentos) prometeram que o projeto seria sustentável e cientificamente cuidado para que seja. Como eu vou saber se vai ser sustentável se dizem que tudo será sutentável e da boca para fora? Aqui temos um diálogo. Não trato com donos da verdade, mas com pessoas que estão abertas ao diálogo, caso contrário não adianta conversar. Não tenho a menor obrigação de ter certeza sobre assuntos como esse. Respeite minha opinião e eu respeito a sua! Se a Mata corre perigo podemos ajudar, mas não pretenda que eu seja radical, pois não estou disposta a isso. Vou com muita humildade e critério a despeito destes assuntos. E não sou jornalista e procuro não me comportar como se fosse. Como pessoa formada em direito, faço do contraditório (ouvir opiniões contrárias) um princípio sempre válido no que se refere a questões como essa que envolvem Direito.Foram muito bem vindas todas as suas informações. A questão para mim é polêmica e estou em fase de observação. Se tens urgência siga a sua intuição e eu sigo a minha. Acho que vocês, pessoas muito jovens sempre têm urgência em cometer acertos e erros como eu já fiz muitas vezes. "Hoje eu ando devagar porque já tive pressa..."
Ela poderia ter respondido logo (ainda não o fez) que enquanto eu não tenho pressa vão passar de patrola sobre a maior parte da vegetação nativa que ainda resta na Mata Atlântica. E estaria certa. E agora, me diga quem é que está com a razão? Não pergunto sobre eu ou a Mar, mas sobre esta nova lei que serve a fins momentâneos e vai encher bolsos de dinheiro, mas depois...eu não sei como será.
Eu disse no blog da miga do Águas da Vida que a Mata Atlântica estava salva. Essa é uma maneira de dizer tão pessoal quanto dizer que se tudo continuar assim o mundo vai virar um deserto, não sei onde vamos parar, etc... Não importa isso. O que mais importa são os fatos objetivos e as provas quando se trata de lei e de direito. Saibam disso, queridos militantes de Ecologia! Quanto a algumas urgências e atropelos a Mar pode estar muito certa no que faz na maioria dos casos, pois quem evita cometer todos os erros nestes casos não faz é naaaaaaaaada.

_Tá tudo muito difícil, não é?

_É. Parece que complicou. Acho que aqui temos conflito de interesse qualificado por pretenção resistida.

_Ih...Isso não me cheira bem...

domingo, março 12, 2006

Farra do Boi


Convem insistir neste tema.
Cristina do Blog Lâmina d'agua nos presenteou com
um post muito comovente sobre a Farra do Boi. A partir de seus protestos existe Jurisprudência do STF contra esta prática maldosa contra bovinos.
Linque para o post da Cristina sobre a farra do boi que é a opinião de quem viu de perto e tomou providências: Veja aqui (linque)
No seu post intitulado Boi a Cristina escreve sobre outra festa inofenciva que ocorre também em
Santa Catarina, o Boi Mamão. Veja o post aqui (linque).
A farra do boi deve receber represália Nacional e Internacional. É uma tradição medonha que só ocorre no Brasil e trata-se de algo medieval não encontrando precedentes em Lugar algum havendo apenas semelhança com uma festa portuguesa que não possui violência alguma contra o boi ("Touradas à Corda"- que ocorre nos Açores, em Portugal na mesma época da Quaresma ) .
A maldade e tortura extrema contra os animais faz da farra do boi uma vergonha catarinense e nacional para quem é brasileira como eu, mas mais do que vergonha, causa dor de termos de assitir impassíveis a cenas desumanas e cruéis. Mas, no meu entendimento os maus tratos aos animais podem ser muito bem cobrados, até internacionalmente, como vem ocorrendo em alguns casos no Brasil quando se trata de Ecologia.
Felix, Fátima Silva, Franciosi e Isabel Felipe de Portugal desconhecem em Portugal uma tradição violenta como a Farra do Boi, pois a tradição Touradas à corda que pode ter dado origem a tal barbárie não carrega traços de violência e se caracteriza por pura diversão naquelas terras lusitanas. Existe não só no Brasil como em Portugal o repúdio contra a maldade contra os animais.
Convite:
Convido a brasileiros, portugueses e pessoas do mundo todo a protestarem contra esta doença brasileira. Pois, isso não é tradição. Isso é doença. A Farra do Boi tal como hoje se apresenta deve ser revisada, pois é uma manifestação de sadismo, ato de psicopatas, covardes, ignorantes incentivados por hipócritas. Convido também a todos os políticos brasileiros para que façam alguma coisa de bom quanto a isso e ajudem a proibir a farra do boi. Os políticos hoje devem estar todos comprometidos com a Ecologia e com as Leis de Proteção à Natureza e aos Animais. Se existem políticos que incentivam a maldade e estupidez, deve haver outros mais inteligentes e sábios que ajam de forma oposta, defendo o que é Justo.
Convido aos pecuaristas, que apesar de incentivarem o consumo da carne podem ter respeito suficiente pelos animais para repudiarem maus tratos aos mesmos.
Convido a você leitor a contribuir da forma mais criativa possível à melhorar essa situação insustentável.
Ajudem a acabar com Farra do Boi, pessoas de bem!
Abaixo a farra do boi, este costume tardio que não nos faz merecedores de possuirmos uma pátria a qual cabe a nós todos fazê-la honrada por todos os nossos atos, inclusive pelas nossas tradições que serão pacíficas e saudáveis.
Quem tomou a iniciativa desta campanha que eu saiba foi a Fátima do Mundo Animal2. Depois vou ver como estão as coisas por lá.
Devido a importância deste tema tão bem apresentado pela Cristina, no Lâmina d'Água, não conferi todos os comentários. Não se ofendam, por favor, pois eu chego lá.

_Combater os custumes cruéis contra qualquer animal ajuda a todos os animais e principalmente ao ser humano que é humano dentre outras coisas por proteger os animais e a natureza. E isso não é nada de mais, pois tal bicho-home ou bicho-muié são protegidos por nós os animais sempre que possível.

sábado, março 11, 2006

~*~muitOfOfO~*~: Farra do Boi 3-linque

~*~muitOfOfO~*~: Farra do Boi 3

Post inspirado na pergunta da Cristina do blog http://laminadagua.blogspot.com/

Aqui temos um linque para o post em questão, caso você queira participar da campanha, mas retire a cerquilha e a palavra linque no final da cerquilha.

O linque vai ficar assim:

Veja aqui

Sempre que você quizer mencionar um linque para um post de blog que você gostou, veja se tem a hora ou o dia em que o post foi escrito abaixo do post. Se tiver, vai na opção propriedades clicando com o botão direito do mouse e copia estas propriedades que são o endereço do linque para o post. Caso apareça algum sinal de cerquilha, retire a cerquilha e o que vem escrito depois como #links... Escreva um nome para este linque, pois ele pode vir em htm e pode complicar colocar linque direto em html. Escreva por exemplo: Veja aqui (linque) o post da Ruth no muito fofo sobre a farra do boi.
Caso esteja muito difícil de entender pode copiar e colar o que você quizer a respeito ressalvados todos os créditos de sites e pessoas que escreveram sobre isso inclusive eu se for o caso. E escreva algo que venha de você também a respeito. Acho isso bem importante.
Espero que eu tenha sido clara.
Paz e Amor!

sexta-feira, março 10, 2006

Farra do Boi 3

Campanha insistente

Slides Educativos do PEA (linque) - Requer downloud - Apresentação que vai para o power point ou programa semelhante.

Obs: Aqui você obterá mais informações a respeito. Use a opção "ir para cima" ou algo semelhante com o lado direito do mouse para trocar de slide nesta apresentação.

_Para você lincar slides as vezes é preciso retirar o sinal de cerquilha (#) que impede o uso do linque.

Vídeo motivacional

Veja aqui:

http://www.pea.org.br/educativo/videos/pea.wmv


_Croach...não tô nesse vídeo, por quê?

_Deveria estar, querido.

Farra do boi é crime 2

imagem do site:
http://www.pea.org.br/,
Veja mais neste site!


No linque específico do Águas da da Vida: Veja aqui - que aderiu a esta campanha.

Embasamento jurídico

DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS DOS ANIMAIS:
(proclamada em assembléia da Unesco, em Bruxelas, no dia 27 de janeiro de 1978)


ARTIGO 2:


a) Cada animal tem direito ao respeito.


b) O homem, enquanto espécie animal, não pode atribuir-se o direito de exterminar os outros animais, ou explorá-los, violando esse direito. Ele tem o dever de colocar sua consciência a serviço de outros animais.


c) Cada animal tem direito à consideração, à cura e à proteção do homem

ARTIGO 3:
a) Nenhum animal será submetido a maus tratos e a atos cruéis.
b) Se a morte de um animal é necessária, ela deve ser instantânea, sem dor ou angústia.

ARTIGO 10:
Nenhum animal deve ser usado para divertimento do homem. A exibição dos animais e os espetáculos que utilizem animais são incompatíveis com a dignidade do animal.

Talvez mais algum artigo desta lei se encaixe a casos específicos, como por exemplo se as lesões causadas ao animal levarem a morte:

ARTIGO 11:
O ato que leva à morte de um animal sem necessidade é um biocídio, ou seja, um crime contra a vida.

<><>

Constituição Federal de 1988
- Art. 225, 1o, VII - Incumbe ao Poder Público proteger a fauna e a flora, vedadas na forma de lei as práticas que coloquem em risco sua função ecológica, que provoquem a extinção de espécie ou submetam os animais à crueldade.

<><>

- Lei Municipal Vigente ( Município do Rio de Janeiro ) - lei nº 2284/95 - proíbe a realização de eventos ou espetáculos que promovam o sofrimento ou sacrifício de animais.
<><>

"DENÚNCIAS
SE VOCÊ CONHECE ALGUÉM QUE NÃO RESPEITA ANIMAIS, DENUNCIE!!!
Vá a uma Delegacia de Polícia
Procure o IBAMA (http://www.ibama.gov.br/ )
ou ligue pra a APASFA (0xx11) 6955-4352
APASFA (Associação Protetora de Animais São Francisco de Assis) http://www.apasfa.org/ e o e-mail é info@apasfa.org
e leis específicas de cada estado

http://www.geocities.com/salve_animais/

Leia também em Adobe Reader aqui (linque) -para saber mais a fundo sobre esta prática criminosa.


_Muuuu...Quer dizer: Croach...singanei.

Exercício de sensibilização


Veja post de hoje da Bailarina das Letras:
>>>>>>>>>>>
Aproveitando para esclarecer:
Dicas para blogueiros:
Obs.
Seria bem mais interessante colocar linque direto, mas este provedor zip net parece que não possibilita isso (linque que indiquei acima) como a blogspot possibilita (mas, não em todos os casos pois alguns post de blogs da blogspot acho que por conta dos próprios blogueiros não podem ser lincados diretamente). Também isso de deve ao fato de eu não conhecer a linguagem java script e conhecer somente um pouco de html.
Gostaria que os coments incorporassem o próprio texto, mas não sei como fazê-lo. Acho que é difícil. Nem vou pedir explicações porque posso não conseguir fazer isso e roubar tempo e paciência de alguém.
....
Mais sobre linguagem de computador:
Não expliquei direito para quem me pediu, mas para colocar uma janelinha para o nosso selo ou award com a linguagem de copiar e colar que é a mesma que usamos em linque com imagem, basta procurar web master da Gazeta dos blogueiros. Acho que é isso que quizeram me perguntar e a pergunta não ficou bem clara pois não especificada, porém correta. "Como se faz um selinho para lincar meu blog?" era a pergunta.
Além de se fazer de forma mais simples possível e em tamanho pequeno no paint com escrita tamanho 10 pode ser, pode-se ir até a Gazeta e procurar como se coloca o código. Mais especificamente nas Dicas da Gazeta:
Dica importante de leitura e constatação:
Quando gritam conosco nos roubam energia. Isso diz no livro a Profecia Celestina e é fato. Pode notar. Sobre roubo sutis que nos cometem veja
o último post do Félix cujos posts são sempre exercícios de sensibilização. Veja aqui em linque direto.Acho importante que possamos nos lincar, pois só assim faremos jus ao verdadeiro nome que tem isso que estamos usando nestes momentos: internet. Uma rede de informações onde podemos estar interligados e escolher com respeito e com paz aquilo que que nos ajuda a expressar e comunicar nossas idéias para um mundo melhor. Quem não está bem e busca o mal busca uma cisão entre opostos, não se dando conta de que a harmonia se encontra na união das polaridades e não em um maniqueismo demodê.

-cRoAch!

Eu vejo

Fecho os olhos e vejo:
Assim como existem os alcoolatras anônimos e sociedades como a dos controladores do peso, existirá a sociedade daqueles remanescentes que tentam largar o leite de vaca e de outros animais e os ovos. Ovo lacto vegetarianos como eu e um rapaz que entrou para esse clube na web e está querendo ser vegan (vegetariano total). Não tomei ainda esta decisão, mas vejo a sociedade do futuro. Ninguém quer molestar os animais, mas alguns ainda têm costumes primitivos, vícios arraigados. Pedimos para que não se sintam culpados e os auxiliamos num tratamento como se fossem viciados em cigarro ou em comida. Eles vão se alimentando com alimentos saborosos que a natureza oferece como as frutas, nozes e castanhas e procuram intruduzir em suas vidas a carne e o leite de soja, que a princípio parece ter um gosto esquisito e depois se torna muito saboroso, mas nunca uma delícia. Uma delícia é reservado para excessos, excesso de pimenta ou de açúcar, álcool etc...Saboroso é o bastante. O amor o bastante não vira também paixão e podemos ficar mais calmos, menos extressados e cuidar para não nos cansarmos demais gritando por exemplo como fazem os conensais diante dos cadáveres que consomem. Eu vejo todos nós dizendo não a dor e ao sacrifício. Estamos felizes e unidos na Fé na humanidade, no Amor e na Paz. Não é preciso pressa neste processo. É um processo natural e sem violência. Tenhamos paciência conosco mesmos!

_Croach! Que dia feliz!

A farra do Boi não poderia ser bem menos pior

Conversa vai conversa vem nos coments deste blog a Fátima Silva, de Portugal nos diz que em Portugal a "Farra do Boi" não violenta o boi apenas o deixa cansado. E no Brasil, e provavelmente só no Brasil esta prática assumiu contornos de violência. Menos mal o boi ficar só cansado quando é solto pelas ruas como ocorre também na Espanha, não lembro com que nome exatamente. A violência na Europa se dá nas touradas em relação aos touros e não raro a população protesta contra as touradas como ocorreu na Espanha de várias mulheres ficarem de calcinha e sutian protestando contra as touradas. Aqui já mencionei o fato e no Brasil teriam de ficar em pelo o que poderia resultar assim mesmo apenas em mais um "barraco" ou fariam outra farra em torno de uma segunda questão. Pois quero dizer, que embora possa parecer, segundo consta na Wikipédia, conforme blog da Fátima do blog http://mundoanimal2.blogspot.com, a violência na farra do boi, a menos que se prove em contrário teve origem aqui mesmo: Brasil, com aqueles que vieram de longe e se missigenaram, habitando esta Terra, isto é, nós brasileiros.Verdade sempre seja dita.
Não importa no sentido da mudança, entretanto. Deu para os maus costumes. Hora de mudar e cobrar mudanças. Cobrar que os animais sejam bem tratados, que as pessoas sejam bem tratadas. Que todos os seres independentemente de quem sejam, de onde vêm e para onde vão, sejam tratados com respeito, sem que sejam feridos em sua integridade física e moral.

Muuuuuuuuuuuuuuuu

_Croach!

quinta-feira, março 09, 2006

Queridos leitores!

  • Não estranhem meu comportamento diferente vindo menos a internet e demorando mais nas respostas. Não tenho uma rotina muito certa e meus afazeres irão aumentar com o passar do tempo. Depois de março é assim comigo e meio mundo. Estou avisando isso para facilitar nossa relação entre blogs e com leitores.
  • Estou muito agradecida a um moço. Entrei para a SVB de Porto Alegre- Sociedade Vegetariana de Porto Alegre no site yahoo. Estou meio perdida por lá. Não ando mais acostumada com o Yahoo. Faz muito tempo que não navego por aqueles mares. Receberei e-mails a respeito. Esta sociedade está ligada ao Projeto Bicho de Rua.
  • Um abraço!

_Croach...a velha desculpa de sempre...Croach...Ela fica é pintando as unhas.

Campanha


FARRA DO BOI É CRIME!




Figura na caverna de Lascaux, França
http://www.mz.usp.br/

Pena: 3 meses a 1 ano de detenção e multa
(Lei Federal 9605/98)

Denuncie: disque 190 (Polícia Militar)

"... um boi bravo que é solto no meio damultidão. O animal é perseguido, torturado e abatido para depois ser repartido entre os participantes que se cotizaram. "
Certos costumes se justificavam antigamente, não hoje, independente da nossa cultura e das nossas origens. Tudo o que sacrifique animais e pessoas deve ser revisado, transformado em lei de proteção e cobrado como novo comportamento.

Em parceria com a Fátima do http://mundoanimal2.blogspot.com
Mais detalhes veja no blog dela!

Você vem conosco?

_Tá, eu venho...Deixa só eu descançar um pouquinho. Croach...

quarta-feira, março 08, 2006

Onças e gente



Pesquisa quer entender os conflitos entre pecuaristas e onças na Amazônia (linque)

Elas têm algo em comum com alguns humanos: gostam de comer carne de gado. Pode?

fonte: http://www.icv.org.br/
inclusive a imagem

Sobre a onça pintada eu já devo ter colocado aqui, mas se você não viu veja aqui (linque)
geral: http://www.webciencia.com/

_Que gatinho mais mimoso!

Dia da Mulher


"08/03/2006 - 8:28 8 de março:
Dia de homenagear todas as mulheres

Todos os anos, o dia 8 de março é repleto de homenagens às mulheres. No mundo inteiro, as pessoas reverenciam o sexo feminino de formas variadas: mensagens, presentes, protestos, lembranças.
Mas poucos lembram do que aconteceu em outro 8 de março. O de 1857. Você sabe? Foi nesse dia que as operárias da fábrica têxtil Cotton, de Nova Iorque, nos Estados Unidos, fizeram uma greve, em protesto contra uma jornada diária de 16 horas de trabalho, aliada a baixos salários. Como resposta à manifestação, os patrões mandaram tocar fogo no prédio e 129 mulheres morreram queimadas.
Foi por isso que, em homenagem às operárias assassinadas, o 8 de março foi oficializado, durante o Congresso Internacional de Mulheres, em Copenhague, na Dinamarca (1910), como Dia Internacional da Mulher. "

_A todas as mulheres eu quero dar os parabéns: Parabéns meninas! Vocês merecem tudo de bom!

terça-feira, março 07, 2006

Acontece

"Gabinete de Gestão institui grupo para combate ao trabalho escravo
Diário de Cuiabá - 07/03/2006

Reunião contou com a presença de representantes do Fórum Estadual de Erradicação do Trabalho Escravo
ONG quer discutir com Lula trabalho escravo e desmatamento em MT BBC Brasil
24 Horas News - 07/03/2006

Um grupo de ONGs internacionais pediu uma audiência com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva durante sua visita a Londres.
Agricultores de Mato Grosso páram o trânsito em protesto no RS
24 Horas News - 06/03/2006

Cerca de dois mil agricultores familiares promoveram uma caminhada reivindicando garantia de preço mínimo para os produtos agrícolas, assistência técnica, além de educação para os jovens
Greenpeace protesta contra desmatamento no Pará
Portal ORM - 06/03/2006

Um grupo de 50 moradores de comunidades da região de Santarém, no Pará, e o Greenpeace, protestaram contra o desmatamento da Amazônia por causa do plantio de soja
Sema define novo ordenamento da fauna de Mato Grosso "
24 Horas News - 06/03/2006


Fonte: http://www.icv.org.br/
Br 163 suspentável no topo da página


E mais, muito mais...Estas são apenas algumas das notícias que podemos aprofundar ou não ou aprofundar algumas na leitura.

_Croach...

Tirei algumas notícias para encurtar o post e não saturar de informação. Apareçam no site e vão gostar!

Buscas e encontros


  • O muito fofo blog procurava uma imagem sobre o carvalho árvore e encontrou mais pessoas com o sobrenome Carvalho, no Google do que árvores. Pode?
  • Também encontrou um site muito interessante sobre Biologia:

http://www.simbiotica.org/

  • Blog mania:

Uma das perguntas respondidas por David Sifry para revista Época:

Época:
"Qual a maior transformação que os blogs trouxeram para a vida das pessoas?"
Sifry:
"Os blogs permitiram que qualquer um (Opa! Não sou qualquer um (a), sou um ser único magnificamente criada para interagir com o todo) se tornasse um autor, capaz de editar e divulgar as próprias idéias. Como diria meu amigo Thoreau- o filósofo americano Henry Thoreau, propagador do conceito de desobediência civil-, quando o homem conquista a auto-suficiência, acontece uma revolução. a um custo muito baixo, com apenas um computador e uma conexão com a internet, qualquer um pode divulgar o que bem entender (entenda-se que dentro da lei). Com isso, o número de vozes aumentou e a relação entre elas ficou mais intensa. Isso ajuda a fortalecer a democracia. Essa foi a maior transformação trazida pelos blogs."
Os parentenses são meus. E então, estamos vivendo uma Democracia Mundial
de certa forma (com identidade e sobernias preservadas e respeitadas na melhor das hipóteses), com todos os pesares que poderiamos enumerar sobre a globalização, palavra que como democracia nos indica pontos de vista onde devemos observar não apenas aspectos negativos do mundo contemporâneo como também os aspectos positivos. Quando nos defendemos essa ou aquela idéia estamos intervindo na História mesmo que de forma indireta e hoje uma parcela significativa da população mundial como nós que estamos aqui lendo e sendo lidos realizamos algum sonho que em grande parte se realiza num blog com diversos linques e leitores ativos que também comentam e são comentados. Isso nos faz aprender a lidar com as pessoas e mesmo colocar alguns limites para continuarmos a nos relacionar (Não fale demais sobre você na web).

_Mas, existe hoje o blog de empresa. Há blogs profissionais e amadores. O que você me diz disso?

_Por incrível que pareça dá para estes dois tipos podem, a meu ver, se relacionarem muito bem.

_Croach...Sério?

_Seríssimo. Mas, é importante não sermos impulsivos demais nas relações. Acho que não dá certo sairmos dando beijo no coração de todo mundo que não conhecemos, atiçando ciumes de esposas, aceitando todas as vantagens oferecidas de forma condicional. É importante ir com calma. Devermos andar devagar e sempre na web como na vida para manter amizades, sermos bem sucedidos e termos relações profissionais sólidas se for o caso. Tudo isso como na lição do "Amigo Carvalho", colocada num dos posts abaixo. Hoje escrevi demais. Mas, em compesação tenho muita roupa para passar.

Quanto as relações profissionais os contatos tornarão o mundo profissional muito mais dinâmico e acredito que com empregos para muito mais gente (empregos de verdade e não exploração) como diz Max Gehringer, especialista em carreira e vida executiva - também escreveu sobre isso na Revista Epoca deste mês que está ótima e recomendo a todos vocês.

Os parententes são todos meus.

Medo do governo

Houve muita corrupção neste e em outros governos.
Durante muito tempo estivemos a mercê de uma longa ditadura. Não estamos acostumados a opinar. Não estamos acostumados a intervir. Não estamos acostumados com liberdade. As "porcarias" que recebemos prontas tivemos de aceitar sem poder fazer nada a respeito e nem muito menos reclamar na maioria dos casos. O medo do governo que muitos brasileiros tem e estravasam em forma de muita raiva e indignação é bastante lógico, mas ele está nos servindo para alguma coisa, eu te pergunto? Chegou a hora de particparmos do governo. Podemos querer nossa participação? Existe maior abertura. Essa abertura vai servir somente para a desconstrução ou para a construção? Muitos ainda não acharam uma forma de participar e estas formas são mesmo caminhos lentos e difíceis muitas vezes, como o são para mim. Mas, são caminhos que levam ao possível. Queremos democracia? Queremos distribuição de renda? Queremos preservação?De modo geral creio que queiramos as mesmas coisas, independemente muitas vezes de pertencermos a grupos diferentes, classes diferentes, partidos diferentes. Acho que queremos realmente aquilo que precisamos de modo geral, mas existem aqueles que estão mais encontrados e outros que estão mais perdidos. Podemos nos ajudar e irmos adiante para realizarmos todos juntos nossos sonhos em comum.

_Eu quero paz.

_Pois sabe sapinho. Até os que lutam nas guerras me parecem que querem paz lá no fundo. Quem não desejaria no fundo ficar em paz?

_Sim, paz, mas não a dos cemitérios e a Carlinha...nheeeeeeeeeé...tá muito ocupada desenhando...nheeeeeeeeeeeeeé...

Amigo Carvalho

"A consistência e o odor do carvalho começam a falar já perceptivelmente da lentidão e da constância com que a árvore cresce. O próprio carvalho assegura que só este crescer pode fundar o que dura e frutifica. Crescer significa abrir-se à amplidão do céu, mas também deitar raízes na obscuridade da erra. Tudo que é verdadeiro e autêntico só chega à maturidade se o homem for, ao mesmot tempo, ambas as coisas: disponível ao apelo do mais alto céu e obrigado pela proteção da terra que tudo oculta e produz."
de M. Heidegger, Os caminhos do Campo



_Croach...

S.O.S

Mata Atlântica:

Site já mencionado e não custa mencionar novamente:

_Como vai ficar a Mata Atlântica depois das leis novas?

_Creio que melhor. As leis são feitas em última análise por interesse do povo e para melhorarmos todos. Felizmente não vivemos numa ditadura, não há torturas no Brasil e vários projetos ecológicos e sociais vêm ganhando expressão.

O olhar para a floresta

Diz Nancy Mangabeira Unger, no seu livro O Encantamento do Mundo:

"No capitalismo nascente, há uma necessidade de realizar o que Weber chamou de 'desencantamento do mundo'. Para que uma floresta possa ser vista unicamente com o olhar daquele que vê nesta floresta matéria-prima para a sua fábrica de celulose, é preciso realmente que esta floresta seja totalmente desprovida de encantos, é preciso qeu esta floresta seja reduzida aos seus aspectos produtivos. Simultaneamente, para que seres humanos aceitem sua própria redução à categoral de objeto, de mercadoria, é necessário sufocar neles determinadas potencialidades espirituais: a experiência do sagrado, a intuição, a capacidade visionária, fazendo predominar uma racionalidade de tipo linear e instrumental"
Sim. É como cortar as asas dos pássaros para que eles não vôem. É como castrar os animais domésticos criando uma situação prática e confortável para não prejudicá-los ou não nos prejudicarmos. É como querer as coisas de forma egóica. É como a propriedade anterior ao conceito de fins sociais da propriedade e da posse. É como engordar por não ter com quem repartir o que comemos.
Exercício: Descreva uma floresta preservada.
Tá difícil! Ajuda!

_Uma floresta preservada tem uma grande lagoa cheia de sapos e ovas de sapos donde saem muitos girinos. Uma mosca se insinua flertando com a minha vontade. Os pássaros foram todos devorados por felinos ou migraram para a Europa. Quase tudo é verde. Eu estou de papo cheio e coachando para atrair uma fêmea de carnes fartas.

_Puxa, meu amigo que lindo!

_Agora é você!

_Vejo árvores frondosas, um rio muito caudaloso, vitórias régias e muitas orquídeas, canto de cigarras, ouço o canto de vários pássaros numa sinfonia ao alvorescer. Sinto paz. Uma onda de luz me transpassa e suspiro suavemente sem pensar em nada ruim, apenas contemplando. Toda a minha força para viver, trabalhar e amar parece ter sido restaurada nesse momento. E foi.

_Alguém mais se arisca?

Imagine

Como já dizia John Lenon: "Imagine...", você sabe.
Eu torno coletiva a minha resposta para a Amiga do Águas da vida nos coments deste blog.
Porque eu acho que a Mata Atlântica está salva:
Nem cientistas e nem letrados são donos da verdade. Ninguém é dono da verdade. É por causa disso que não dou créditos a idéias apocalípticas a respeito de nosso futuro. Devemos crer no bem comum. E todos sabemos que a preservação das nossas florestas é indispensável para todo o mundo, quiçá para o Universo. Uma floresta é um universo onde existem forças antagônicas interagindo de forma tanto negativa quanto positiva, onde os conflitos não devem impedir os crescimentos e onde muitos seres estão lutando pela sobrevivência, inclusive seres humanos que ali se encontram e tiram da floresta o seu sustento. Existem diversos interesesses e diversas presas e predadores. Os maiores predadores são humanos, sozinhos na sua categoria de humanos onde não conseguiram intruduzir nossos irmãos chimpanzés. Nesta luta precisamos acreditar que o bem vencerá o mal, a expeculação criminosa, aquilo que deveria também ser crime, mas foi legalizado em um ou em outro governo. Neste contexto eu creio no novo projeto do governo. Creio que no governo existe interesse em proteger a Amazônia sim. Podemos querer além do que o governo pretende fazer e interferir nas decisões do governo, basta para isso mobilização em torno da cultura brasileira e mesmo da cultura mundial, patrimônio universal a respeito do que signifcam as florestas para todos nós. Quantas doenças e problemas poderão ser evitados se as florestas forem preservadas. Isso é bem mais do que infelizmente alguns estarem praticando holocausto contra animais indefesos que não são culpados de serem até menos transmissores de doenças do que nós mesmos, pois muitas das doenças somos nós que transmitimos aos animais que nada mais fazem do que serem mensageiros do nosso medo, do nosso desespero, das nossas paranóias em relação aos estrangeiros e em relação a nós mesmos. Mas o mal não pode ser depositado em um só lugar. O mal é microcósmico e macrocósmico. O mal está bem aqui. Feche este blog imediatamente se não queres se contagir por idéias de uma impura! As florestas estão ameaçadas, nós estamos ameaçados o tempo todo e no entanto o amor agrega isso tudo, nos trás Fé e Esperança. As florestas serão salvas. Você será salvo pelo amor e eu também.
Obs. A Ministra da Ecologia do Brasil tem ótimas intensões e dentre estas boas intensões está a preservação da Mata Atlântida que se digladia entre aqueles crêem na biodiversidade e na prosperidade verdadeira e nos interesses daqueles que pretendem as monoculturas. Até que ponto uma floresta resiste a expeculação se não estivermos nos inserindo num processo de sustentabilidade. De uma forma inperfeita e emergente é isso que o Brasil faz: se insere no processo de sustentabilidade de uma diversidade biológica que se não pretendemos creio que seja mais por ignorância e falta de entendimento que por qualquer outro motivo, pois alicerces mal construidos fatalmente desmoronarão.
Imagine tudo de bom que você queira como aquele banheiro ruim que eu pretendo a reforma e fico imaginando como ele será e passo pelas ferragens e olho os pisos para imaginar que ladrilhos ele terá no chão. É preciso imaginar bem o banheiro pronto. Assim ele tem mais chance de acontecer. Da mesma forma imagine nossas florestas, tão belas quanto aquelas que Isabel Felipe produziu em design. O que se imagina, o que se desenha, o que se transmite e se comunica tem chance de acontecer. Imagine sempre um mundo melhor!

_Eu quero morar no teu banheiro depois da reforma, claro.

_Sapo...Tá bom. A gente dá um jeito.