terça-feira, janeiro 10, 2006

Valente Galo de Rinha

Imagem do site All Posters

de Jayme Caetano Braun
Valente galo de rinha,
guasca vestido de penas!
Quando arrastas as chilenas
No tambor de um rinhedeiro,
No teu ímpeto guerreiro
Vejo um gaúcho avançando
Ensangüentado, peleando,
No calor do entreveiro !
Pois assim como tu lutas Frente a frente,
peito nu.
Lutou também o chiru*
Na conquista deste chão...
E como tu sem paixão
Em silêncio ferro a ferro,
Cala sem dar um berro
De lança firme na mão!
Evoco neste teu sangue
Que broca rubro e selvagem.
Respingando na serragem,
Do teu peito descoberto,
O guasca de campo aberto,
De poncho feito em frangalhos.
Quando riscava os atalhos
Do nosso destino incerto!
Deus te deu, como ao gaúcho
Que jamais dobra o penacho,
Essa de altivez de índio macho
Que ostentas
Já quando pinto:
E a diferença que sinto
E que o guasca bem ou mal!
Só lutas por um ideal
E tu brigas pôr instinto!
Pôr isso é que numa rinha
Eu comtigo sofro junto,
Ao te ver quase defunto.
De arrasto , quebrado e cego,
Como quem diz Não me entrego:
Sou galo,
morro e não grito
Cumprindo o fado maldito
Que desde a casca eu carrego!
E ao te ver morrer peleando
No teu destino cruel.
Sem dar nem pedir quartel.
Rude gaúcho emplumado.
Meio triste, encabulado,
Mil vezes me perguntei
Pôr que é que não me boleei
Pra morrer no teu costado?
Porque na rinha da vida
Já me bastava um empate!
Pois cheguei no arremate
Batido, sem bico e torto
..E só me resta o conforto
Como a ti, galo de rinha
Que se alguem dobrar-me a espinha
Há de ser depois de morto!
*chiru=índio guerreiro, cidadão guerreiro
Obs: Hoje as rinhas de galo, tão comuns no Estado do Rio Grande do Sul, felizmente foram proibidas depois do sofrimento de muitas aves. É melhor também que passemos a não precisar brigar pela conquista dos direitos em uma sociedade mais refinada do ponto de vista humano.

Outro assunto:

Maconha:
Devem ser feitas muitas campanhas para prevenção de drogas na família, nas escolas, na mídia e nos blogs. A maconha é uma porta aberta para outras drogas e para o tráfico. A revolução pela Paz que os jovens dos anos 60 fizeram tão efusivamente poderia ter surtido resultados mais positivos se estes jovens não tivessem se drogado tanto. Na opinião deve ser fornecido tratamento gratuito para quem usa drogas e não pode se tratar, pois este é um problema que enfraquece qualquer nação e enfraquece o mundo. Quem usa drogas deve querer muito parar de usá-las e buscar um tratamento. Sinto-me preocupada e muito pequena diante de um problema desses. Como podemos por exemplo salvar as baleias, se a maioria dos nossos ajudantes estiverem drogados?
Meios ilegais para usar drogas prosseguem e é preciso melhora os aparelhos de prevenção e tratamento de pessoas que estão com problemas e o tráfico deve ser muito investigado pela polícia que jamais deve colaborar com traficantes como se tem notícia, pois se mesmo os mecanismos de fiscalização estão corrompidos fica tudo muito difícil.
_Preserve!
|

Links to this post:

Criar um link

<< Home