quarta-feira, setembro 28, 2005

Você faz parte...

Dar conta da rotina e fazer um pouco além da rotina, mas ainda rotina atividades que não faço com muita freqüência como retirar algum mofo deixado pela umidade é propósito quase imediato (Este quase com certeza é influencia do Guto com seu blog lindo Quase Poema e outros quases que hoje estamos aprendendo a ver). Também quase imediato deve ser meu propósito de mandar fazer o floral do momento para mim. E acho que estou demorando porque eu preciso arrebentar um pouco e isso não é mole. Por isso virá um crabe apple (organizar, limpar o terreno para o plantio) de Bach, um pine (sementes que precisam desabrochar sem culpas no rosto) de Bach. Repetir a experiência do vine ficará para mais tarde, pois tudo está pedindo terra ou água e não fogo em mim. E fórmula ecológica de novo? Pode ser.
Intelectualizar demais a tudo em certos casos em que isso não seria necessário é tirar de cima da realidade o olho do artista; a sensibilidade. E eu me recuso a saber disso com toda a força e muito provavelmente você que está lendo isso também seja assim, porque somos assim de modo geral pela educação. Buscando aquele aprofundamento pouco poético da vida a realidade é insípida como muitas vezes deve ter sido este blog, outras coisas que faço, até mesmo o desenho feio de algumas orquídeas que precisa ser refeito com preparo espiritual. E a busca por dentro pode ser cheia de claros e escuros, cujos escuros nos deixam atônicos com seus monstros sinistros. As orquídeas nos remetem a simbologia da sexualidade do homem e ao mesmo tempo ao sinistro, pois algumas recebem formas de diabinhos. E como precisamos disso. Enfrentamento é a palavra. Pois, que venga el toro que estoy peleando!
Fui procurar uma espécime rara, uma orquídea papuda e verde que tinha no orquidário em exposição (Parque Farroupilha). Ah...Elas debandaram. Algumas foram para a feira da primavera, outras foram para casa. E as orquídeas do parque, poucas com flor ficaram lá. E fui fotografá-la sentindo culpa. "Você não tem nada para fazer?" é a pergunta muito capiciosa a me torturar quando eu sei que preciso limpar, limpar e limpar... Arg! E então eu só te digo: o inseto polinizador escorrega pela goela daquela orquídea com cara de ET e desce como num liso escorregador. Neste caso ele poliniza ou poliniza. Isso chamamos de especialização. Quanto dececionada saí de lá direto para o supermercado para comprar alguns produtos de limpeza. Retornei e sem a foto sensacionalista que pretendia e fui para internet pesquisar sobre as minhas meninas e achei um site...Bom eu vou mostrar para vocês. Até logo!
|

Links to this post:

Criar um link

<< Home