segunda-feira, agosto 29, 2005

Smoke in our eyes

Você faz parte...

Hoje foi o dia internacional contra o tabagismo. Fiquei sabendo no final do dia. Se eu tivesse um cinzeiro aqui em casa colocaria nele água e uma flor para comemorar o fato de eu ter deixado de fumar a muitos anos. Isso me deixa feliz.

Deixo escrito àquelas pessoas que têm algum vício difícil de deixar: Pode ser um vazio existencial muito grande, uma falta difícil de ser suprida, a mesma falta que a falta de fé, os traumas de infância e adolescência, a entrega total ao complexo e falta de amor próprio o bastante nos fazem prosseguir em processos autodestrutivos. Contei muito comigo mesma, com a presença adorável dos meus meninos (sendo que um deles estava na barriga) , com minha vontade para deixar de fumar; ao amor e a sabedoria de uma homeopata e psiquiatra, a redescoberta da espiritualidade, às leituras espirituais que fiz, aos florais de bach e a homeopatia da própria nicotina, um remédio raro que poucos como a Dra. Miriam Dias Pinheiro sabe ministrar. No meu caso eu reconstrui os meus próprios valores e coloquei Deus acima de tudo. Isso me trouxe uma perspectiva nova, pois eu a pouco havia tido uma queda espiritual que se baseava em desesperança, falta de fé e conflitos generalizados em forma de uma dor psíquica muito intensa que se denomina angústia. Então descobri a minha antiga ansiedade era comportamental, era de fundo apenas e que o que mais me fazia sofrer era angústia algo que como se fosse uma droga pesada que eu houvesse ingerido e precisaria de muita força e tive esta força. Uma força que veio da Fonte. Uma força muito além de mim mesma. Quando preciso desta força agora eu tenho muitos exemplos e sei que ela existe, por isso sei que o desespero que poderiamos chamar de filho da angústia em mim não tem pelo que ser concebido. Há sempre uma saída, por mais que nós não a vejamos. E busco vida pois amo as surpresas, amo a verdade, amo estar aqui e poder ser, tenham ou não consideração por mim. Tenham ou não este preconceito que algumas têm em me rotular de algo sempre que podem. Espero um final feliz para as situações por mais difíceis que elas pareçam e sei que uma boa alimentação e ar puro fazem parte deste final feliz, se bem que não há nem um final para quem tem a eternidade pela frente. Sim, porque eu sou eterna e eternamente responsável pelo que cativei. Cativei até a mim mesma...Uma flor no meu cinzeiro simbólico coloquei para sempre e ela não murcha nunca.

Um site em Inglês para quando estivermos com tempo:

Aqui
|

Links to this post:

Criar um link

<< Home