sexta-feira, dezembro 31, 2004

Fogos

Clique na palavra fogos.
Não estou mais colocando imagens
diretamente aqui porque não está
dando. O muito fofo tem alguns
problemas técnicos que surgiram.

Os fogos que sou a favor são estes
dos gifs animados.

Ano Novo: vida nova


www.coisas fowfax.blogger.com.br
Bem-vindo!!!!


Será?
Tomara que sim!
Tomara
que seja.
Vida que seja
renova é
melhor ,
que vida nova,
pois
não se precisa ser
novamente
um bebê
para se tornar como uma
criança
que ri do seu próprio
umbigo quando o vê pela primeira vez
Ano Novo que seja novo
em
como a velha verdade
que não sustenta
velhas mentiras
mofadas no
guarda-roupas da vida
O velho sol deve brilhar e
ser sentido como da primeira
vez em que sentimos o seu
calor suave, de manhã na pele
e devemos colocar ao
menos o pé no mar,
o doce salgado mar amor
que leva o que é ruim e trás
o que é bom
nas mãos de
Iemanjá,
Nossa Senhora e Mãe
As idéias devem se renovar
Deve se exigir mais de todos
aquilo que é básico e não o
impossível que muitos
fingem saber e não sabem
O conhecimento deve ser bebido
com prazer como um vinho caro
e fino, champanhe francês a
um preço que todos possam pagar
Que
venha este ano, que somos
nós que o fizemos novo, como
dizia o poeta.
Virá um novo ano e
em mim uma nova mulher como
diz na canção da Fafá. Que venha
com toda força
a leveza da matéria
sustentado a leveza do Espirito!!!
Coloco cada vez mais fora: o desrespeito, a falta de consideração, o respaldo que posso ter dado ingenuamente a ignorância e mediocridade
e encho o coração de auto -estima cor de rosa cristal
para dar e receber um amor
efetivo, verdadeiro,
com efeitos especiais
de muita Luz e
Música

Matemática


www.coisas fowfax.blogger.com.br
Bem-vindo!!!!

Eles construiram um edifício muito alto, quase um arranha-céu,
mas as bases mal se sustentavam na ilusão e no desespero de que
deveriam ou teriam de sustentar tudo, fosse como fosse e um grito
de dor era abafado pelas criaturas lá de baixo. Não me lembro agora
o nome das moças fortes que sustentam as colunas dos templos na
Grécia.

Ela queria compreender os números. Juro que queria. Queria muito.
Mas, constatou perplexa que até mesmo os números mentiam
na estrutura. E se acumulavam muitos e muitos juros sobre juros
de uma dor profunda que como numa enchente na Índia vinha
lavar a sua alma e fazê-la acreditar-se em si mesma enquanto alma.

O olho do poder não a abandonava e a observava lá de cima fingindo
que era Deus. Mas, ela sabia que não era. E acreditava nas primeiras
lições. Ainda acredita. Acreditava que o mais importante de tudo isso
é que as paralelas um dia se encontrarão no infinito.

terça-feira, dezembro 28, 2004

Uma frase

Uma frase,
simples
frase
pode não formar
período e nem
constituir
oração
Sim!
E daí?
Fraseando parafraseando frasal
Ouça!!!
Psiu...
Fala!!! do mi
Beijo!

sexta-feira, dezembro 24, 2004


www.coisas fowfax.blogger.com.br
Bem-vindo!!!!

Ando bastante ocupada, mas não esqueci meus blogs e coisas web.

Feliz Natal!!!

Na última vez em que eu estive aqui escrevi sobre um assunto muito
sensível e bem difícil de ser abordado. Eu amo esta dificuldade que
muito já me fez sofrer. E não procure entender. Se não sentires esta
frase: eu amo esta dificuldade, então esquece de entendê-la. É
inexplicável.

Porque, meu Deus a vida precisa ser tão complicada?

Queremos Paz mesmo quando brigamos, quando sofremos,
quando é esforço intercalado da capacidade de
relaxar.

Bom, eu preciso cuidar muito bem de mim mesma agora em
alguns sentidos e não esquecendo de cuidar também das
pessoas e seres preciosos a quem me cabe cuidar. E ter fé de
que a vida também vai cuidar muito bem daquilo que não está
ao meu alance cuidar.

Cuida para mim, minha vida... Cuida bem para mim meu Deus,
do que não posso saber, do que não posso cuidar, do que
só me resta esperar enquanto capricho em ser o melhor que eu
posso. Amém!!!!

segunda-feira, dezembro 13, 2004


www.coisas fowfax.blogger.com.br
Bem-vindo!!!!


Papai Noel já se prepara no Polo Norte tirando uma soneca, pois sabe que a
viagem é muito longa. Ele sabe que mesmo nos países quentes há muitos corações
gelados. Ele sabe que há pessoas que não entendem o verdadeiro sentido da palavra
caridade. Quem entende o verdadeiro sentido da palavra caridade não o confunde
com esmola, não oferece alguma coisa sem fazer isso com o coração e não oferece
nada para mundo humilhando alguém. Quem oferece com amor não precisa dar
satisfações, não precisa criticar, não precisa contar vantagens e tem uma felicidade
verdadeira que não necessita de aparência porque é. E sabe decor aquela lição
que aprendi com alguns e a discípula superou longe aos mestres moralistas:
as pessoas não e tudo o que recebemos nesta vida deve servir para o nosso
aperfeiçoamento espiritual. Não há que se falar em Natal sem acreditar no Espírito
ou ao menos em um Amor Universal. Os enfeiteis não têm muito valor, pois eles
servem apenas para nos lembrar que é preciso buscar Paz e Amor para podermos
participar verdadeiramente de uma celebração não tem data marcada.
são da gente.

domingo, dezembro 12, 2004

Um gelo


www.coisas fowfax.blogger.com.br
Bem-vindo!!!!

Recebi e enviei também alguns baldes de gelo.
Fui usada as custas do amor que eu senti e fui muito
ingênua e por isso mesmo bem amorosa.
Agora percebi que ou se briga amorosamente até o
fim e se conecta este fio novamente que nos une a todos
de certa maneira ou não se briga e se acumula esta
energia que é de mágoa, de raiva, de despeito e se
re-utiliza esta mesma, tendo em vista que tudo deve
ser recebido em meditação e experiência: sentimentos
bons e maus e deixa vir, pois o planeta terra está cheio
de ilusões e não somos donos da verdade. Amorosamente
se briga e amorosamente se ouve. O desprezo é pior do
que o ódio, ele não tem fogo suficiente nem para amor,
nem para paixão, nem para nada. Não serve para nada,
mas a vida segue seu curso e à algumas pessoas
devemos evitar. E isso me lembra algo que sempre me
vem a cabeça.

Certa feita eu estava vivenciando um tédio existencial
generalizado e telefonei para um ex-namorado com quem
eu fiquei durante anos a fio. Ele era praticamente lacônico
no telefone, até que um dia a sua mulher me adendeu no
telefone e me humilhou: perguntou se eu não tinha nada
para fazer. Disse-me que ele só me atendia por obrigação.
Como não acreditei e percebi que a secretaria eletrônica
falava durante a ligação eu liguei para o ex novamente
num belo dia e ele disse que não falaria mais comigo.
Muito bem, eu não devo nada a este homem. Antes pelo
contrário tenho um karma possivelmente positivo com ele
conforme minha mãe leu no tarô. E brigo com ele por
ser impossível para mim desprezar uma pessoa com quem
dividi tantos momentos de carinho. Brigo somente na minha
cabeça e quando percebo que amorosamente brigo, pois
gostaria de me entender eu fico triste, mas deixo que a vida
tome seu curso. Deixo que as pessoas mostrem quem são
e que a vida na terra mostre a todos o quanto tudo é relativo
e o quanto são relativos os nossos egos. Percebi que se trata
de um homem muito poderoso e intocável em suas aparências
e que eu não devia pensar nisso e seguir minha vida. Seria bom
que eu nunca tivesse amado este homem um dia. E hoje não
quero nada além da minha honra e dignidade a respeito disso
tudo. Ledo engano quando acredito que estas estejam nele
ou que precise brigar para levá-las dele que por ventura pu-
desse tê-las roubado quando lhe entreguei total confiança.
Eu preciso achá-las sempre cada vez mais é dentro de mim
mesma e esperar que a vida tome seu rumo, sabendo que
de nada vale o orgulho daqueles que têm preconceitos e
que não sabem guardar carinho, amizade e gratidão.

Já levei muitos gelos. Já briguei muito. A minha maior
dificuldade mesmo é me entregar para o Senhor do Amor.

sábado, dezembro 04, 2004


www.coisas fowfax.blogger.com.br
Bem-vindo!!!!

O computador da minha casa foi roubado. A casa foi arrombada. Teve
duas portas, uma de ferro e outra porta chaveadas arrombadas. A porta
de baixo no prédio não estava chaveada e não fecha direito. Contudo
acho muito ruim viver trancada e agora tive de ter cuidados exagerados
assim como todas as pessoas do prédio, embora esta segurança precária
que temos tenha raízers sócio políticas que raramente são questionadas.
Escrever aqui em outra casa para mim não é a mesma coisa. Não estou
acostumada e há mais dificuldade, mas estou fazendo o possível para
manter o contato com a web e vamos ver como fica. Nossas vidas são
mais importantes, mas não vou dizer que eu não esteja me imporando
com isso. As portas e janelas que temos para o mundo são precárias,
mas se temos algumas há sempre o que agradecer. Se não temos esta
é oportunidade para olhar mais para o lado de dentro e a tendência de
nossas vidas todas é nos tirar esta possibilidade de olharmos para dentro
e sentirmos muita paz na solidão. Espero continuar sentindo esta paz e
estou me comunicando mais com as pessoas também, colocando os
meus sentimentos para pessoas ao redor e disse para todos do bairro
que eu pude o que achei disso tudo e o que nos aconteceu para que
as coisas mudem ao menos um pouco. Tive a oportunidade de trocar
idéias e previnir que o crime aconteça novamente como vem acontecendo
no meu bairro e arredores.

Um abraço!!!