segunda-feira, novembro 29, 2004

Q bom!


www.coisas fowfax.blogger.com.br
Bem-vindo!!!!

Que bom estar aqui agradecida por ter um monte de
coisas para fazer e organizar e por poder estar
cuidando de mim mesma, do meu corpo, da minha
saúde e aparência e além disso dos meus sentimentos.
E, poder cuidar também dos meus queridos, os meus
fofos, os meus lindos...

Que bom estar tendo acesso a este meio tão poderoso
de comunicação! Isso me faz perceber ainda mais como
parte do gênero humano e compartilhando do universo das
palavras, palavras que escorrem em mim na Língua
Portuguesa e algumas vezes em outras línguas mais ou
menos desconhecidas para mim.

Que bom estar vivendo hoje no mesmo mundo que você!
Eu poderia muito bem estar em outro planeta e ser sua
única habitante observando por uma televisão natural que
o Criador colocou lá para mim os meus semelhantes
passando de lá para cá na terra e eu com este sonho
maluco de estar com vocês, mas sem obter nenhum meio
de fazê-lo. E imaginar que a gente briga tanto...

Que bom que este texto já está acabando ou eu não teria
mais o que dizer!

Beijos eternos!

domingo, novembro 28, 2004


www.coisas fowfax.blogger.com.br
Bem-vindo!!!!

Agora este blog não precisa de mais nada além de disposição para
escrever. Me parece que o contador é de acessos no momento ou
começou a contar desde agora, pois o nº é 6. No mais é bom não
encher muito o blog de imagens etc. Ele já está muito fofo assim.

Já tive mais pinduricos que fui tirando quando as coisas pararam
de funcionar bem. Agora reparei que eu estava com dois reloginhos
iguais, um em baixo outro em cima.

Tive um dia tedioso e chato, triste mesmo, mas com muita fé
de que tudo vai melhorar. É fé mesmo de verdade. Tenho uma
grande fé que é cultivada.

Será que entrou


www.coisas fowfax.blogger.com.br
Bem-vindo!!!!

Fiz um contrato com a haloscan- para colocar
coments por aqui.
Vejam bem que não é para discutir as coisas
que eu digo que aqui eu nem me importo que
sejam coisa de louco e sem fundamento, pelo
prazer zen de escrever. Mas, talvez você queira
interagir comigo numa boa e com o maior respeito
mútuo. Aí, vou achar bem legal.
Haloscan commenting and trackback have been added to this blog.

Achei um novo midi para o blog


www.coisas fowfax.blogger.com.br
Bem-vindo!!!!

http://www.midinet.com.br/alfa/e/Enya-Anywhere_is.mid

Acima está o midi completo da Enya que coloquei aqui.
A tempos este blog está sem um tratamento especial. Ficou sem
a música que acho que venceu e agora temos música novamente.
Erga o volume baixinho, pois este midi não comporta muito volume.

Talvez o "muito fofo" abra o haloscan, mas eu tenho deixado sem
coments para que eu me sinta mais desinibida aqui para escrever.
Algumas pessoas não acreditam que sou inibida se me conhecem ou
não pessoalmente. Mas, eu sou. Espero contar com ótimos web masters
para dar uma incremetada aos poucos no "muito fofo", mas não gosto
de muitos detalhes que causam problemas técnicos. Hoje aprendi que
existe um ponto, um limite para o bloguinho ficar gostoso para mim
e para você que está lendo.

www.coisas fowfax.blogger.com.br
Bem-vindo!!!!

Coloquei uma imagem do gato Luar que acho muito linda como
template deste blog recentemente como devem ter visto os que vêem
aqui. Mas a imagem ficou indisponível. É que o terra indisponibiliza as
imagens que colocamos em seus albuns e e nos fotologs para outros
sites. Não gosto desta atitude. Acho que não ajuda ninguém, pois na
internet nos precisamos de "hospedeiros" ou anfitriões que recebam
nossas imagens, nossos trabalhos (hosts). Mas, mesmo assim a weblogger
e o terra têm muitos serviços bons e de graça e eu faço uso disso sem
problemas. Quanto aos sites que hospedam imagens nos EUA eu não
consegui lidar com um deles que desconfio que tenha entrado no meu
PC e tomado posse de todas as nossas imagens compartilhando-as com
a web o que me fez cair fora deste site. Assim mesmo não consegui
colocar nenhuma imagem desta forma.
Enfim, eu que procuro fazer tudo certinho e proteger tb. a privacidade
minha e das pessoas que compartilham o computador comigo, acho
bem difícil trabalhar no computador com imagens. Existe o não respeito
a direitos autorias, pessoas que colocam travinha nos trabalhos o que
eu acho muito chato e deselegante e para colocarmos diretamente as
imagens em determinado local nem sempre é possível. Por isso não
fiz ainda uma página com mais atualização dos meus desenhos. Ah...
Ainda por cima meus desenhos atuais são na maioria de figura humana
e nus e nos locais seguros da internet as pessoas preconceituosas podem
reclamar quanto a isso ou não serem permitidos nus. E estou falando
aqui de nu artístico, sem a conotação pornográfica que não não faz meu
estilo.
Este assunto saiu um pouquinho do tom do "muitofofo" que nem sempre
é muito fofo.

quinta-feira, novembro 25, 2004

Opinião


www.coisas fowfax.blogger.com.br
Bem-vindo!!!!

Observação:

Quando escrevi que não se pode colocar opinião em um
fórum eu estava sendo muito restrita. No Brasil não se pode
ter opiniões, mais restritamente aqui em Porto Alegre não se
pode se elas vierem de alguém não famoso e sem uma profissão
definida. Sobre o mundo eu não sei. Infelizmente não tenho
muita experiência. Ou gente como eu engole suas opiniões ou
vive meio só. Viva a solidão e os poucos amigos que possuo e
amo de paixão.

Outra coisinha: Eu digo o que eu quero sobre o que quero e
sou o meu próprio devir. Traço meu traço e o problema é meu
se me embaraço.

Eu estou me atrasando. Bye!

Você me achou?


www.coisas fowfax.blogger.com.br
Bem-vindo!!!!

Estou indo bem menos a internet e qualquer visita que eu tenha
feito foi meramente casual, pois a página estava aberta ou porque
acabei me colocando em uma posição de defender minha honra
pessoal quando encarei um foro de discução. As vezes o forum me
parece mais um forum mais de críticas de baixo nível ou de elogios
excessivamente loqüazes do que um forum de discução onde
se possa colocar livremente idéias.

A experiência brasileira em
liberdade é privilégio de poucos que pagam o preço da incompre-
enção e da solidão se não tiverem um nome fixo e sacramentado
no mercado. Venho pensando que pago este preço, mas a minha
solidão é muito boa por um lado e nela encontro paz. Em outros
momentos sinto tristeza. Não ligo muito para isso. Para mim a
tristeza não é bicho- papão como para muitos.

Meu blog não está no rol dos interessantes e se estivesse eu seria
a mesma. Digo isso porque vi que tem uma lista de interessantes e
pensei: Mas, eu sei que sou muito interrrressante!

Hoje e em outros dias, meu café da manhã teve uma
companhia que se está no computador, de costas, pensa que pode
me dizer o que quizer desde que eu não diga nada e o que eu sinto
é feio mesmo: ciúmes. Ciúmes, mas não inveja. Porque eu acho que
este cidadão deveria pegar uma longa estrada e se dedicar
inteiramente para o objeto ou os objetos de seus interesses. Eu
gostaria que ele encontrasse bem longe de mim esta felicidade que
ele parece me cobrar para si mesmo e para mim. Esta felicidade
que podemos ter como um sonho. Apenas como um sonho. Mas,
a vida não é mais do que um sonho, e a cigana do filme estava
muito certa. Somos apenas feitos de poeira cósmica, ou seja,
star dust e aquilo que eu tanto gostaria de receber desta vida
está bem aqui dentro de mim mesma. Mas, como a cigana não
nos enganou! Como ela estava certa! E não terei mais um romance
entre jovens, com certeza, nesta vida. Sou uma mulher de meia
idade, posso dizer assim? A menos que eu dure cem anos e só
então vou esperar mais dez anos para ter meia-idade e sempre
há uma chance de a gente ser feliz. Feliz como eu fiquei na semana
passada desenhando com criaturas que desenham juntas e embora
cada um esteja no seu desenho eu penso que um desenho mágico
se eleva em direção aos céus e ele sai em forma de linhas de todas
e mesas e se junta lá em cima onde as paralelas se encontram
como ocorre no final do arco íris junto ao pote de tinta mesclada
como pirulito uruguaio que o Artista esqueceu de guardar.

Para uma pessoa que me perguntou se sou tudo de ruim a meu
respeito que ela estava pensando:

Tem certeza de que quer vir comigo neste blog e pelos meus caminhos
e ter as suas perguntas
respondidas a meu respeito? Isso vai levar tempo e paciência. Por outro
lado para que eu cultive o convívio com alguém, este alguém deve
representar vantagem para o meu desenvolvimento enquanto ser humano,
vantagens que não são necessarimente materiais ou de sucesso, mas
alguma vantagem para mim deve representar. E se eu não aprecio toda
e qualquer pessoa achando que com todos aprendemos, este é um
probleminha de cegueira que eu tenho e todos têm em menor ou em
menor grau.

Beijos!!!
Muita Paz e Amor para você! E, se um dia você se irrita, não deixe isso
constelar, por favor!


quarta-feira, novembro 24, 2004

Cada um é do seu jeito


www.coisas fowfax.blogger.com.br
Bem-vindo!!!!

Eu vivo do meu jeito
e
você vive do seu

Querer que todos
vivam do seu jeito
é
autoritário

Aceite as pessoas
como
elas são!

A sombra da Jabuticabeira


www.coisas fowfax.blogger.com.br
Bem-vindo!!!!

Contra a luz
tênue da da janela, anda
semi-aberta
espio no espelho
meus
olhinhos ciganos que se enchem
de luz
e me acho bonita.
Pronta prá morder
uma
jabuticaba inexistente
de
uma doçura indizível,
a sombra de sua
árvore frondoza, à luz que
suavente penetra na presença do amado
que me acaricia
com as pontas dos dedos.
O café negro e cheiroso é
neste momento
a bebida dos deuses,
mas é do
coração que escorre esse
vinho quente
e farto que une nossas bocas
em um beijo. Eu
sofri tanto a dor
da fome e sede deste instante que não soubera
estar aqui diante de mim. Por isso
hoje
celebro as coisas de minha
minha imaginação
e
além desta através de ti,
vida em mim que
me foge e me visita. Esperança... Rescurreição...Amor...
"Eu me amo. Gosto do meu jeito de ser e confio no processo da vida.
Eu sou um canal de expressar amor. Liberto-me de tudo o que não for
amor."(Loise Hay)

segunda-feira, novembro 22, 2004

Trabalhar fora


www.coisas fowfax.blogger.com.br
Bem-vindo!!!!

O desemprego é realmente um mal que assola a comunidade em
peso. E eu não quero emprego. Quero trabalho. Não quero esmola,
quero um contrato decente que me entusiasme e onde eu possa tanto
oferecer algo de qualidade quanto receber em troca.
Pois é isso que gostaria. E
sendo diferente para mim não vale a pena. Eu já aturei muita
desqualificação, humilhação e conheço o lado bom e o ruim do lugar
onde trabalhei 8 anos. Percebi que por lá existem pessoas maravilhosas,
médias e realmente "cretinas" e extremamente covardes capazes
apenas de fazer jus ao fato de dizerem que o Tribunal de Justiça do
Rio grande do sul é um ninho de cobras. Sim. Mas, não existem somente
as cobras. Tem quem alimente as cobras, tem quem amordace as cobras
e tem os seres que vivem em Justiça e tem este ideal apesar das cobras.

Eu me desenvolvo de qualquer maneira, em qualquer lugar. Eu trabalho
em qualquer lugar e nos piores lugares encontrei pessoas a quem tive
o prazer de tirar de baixo e colocar para cima. O nivelamento das pessoas
para mim é muito importante. Não suporto arrogância e nem ver seres
humilhados e intristecidos por causa das garras dos poderosos.

A esta sociedade que está aí eu não devo o meu trabalho. Se alguém
quizer meu trabalho isso será um negócio, um contrato. E o salário ou
dinheiro que eu venha a receber se conseguir já é o bastante para ficar
quites e não ter nada a cobrar de mais ninguém. Não há o que cobrar
ou ser cobrada. O que existe é o contrato que desrespeito a mim
aceitar ou não. E cada um que trate da sua vida que assim ganha bem
mais.

As pessoas competitivas que vêm me cobrar eu não estar trabalhando
fora porque estão empregadas eu digo:

Enfie sua viola no saco que você já recebeu sua recompensa pelo que faz:
o seu dinheiro. A honraria fica por conta daquilo que vai além do seu
contrato e não se encontra no outro que não tem a felicidade de ter tudo o
que você possui e acha melhor para si.

Grande ou pequena?


www.coisas fowfax.blogger.com.br
Bem-vindo!!!!

Não consegui colocar todo o texto que iria colocar na coluna da
Martha Medeiros e fiz um super resumo, pois não entrava, não
entrava e não entrava. Se foi pelo tamanho do texto não sei, pois
entrou um texto por lá quase do mesmo tamanho.

Aí vai o texto com a resposta que dei:


"Grandes e pequenas mulheres22 de novembro de 2004

Há mulheres de todos os gêneros. Histéricas, batalhadoras, frescas, profissionais, chatas, inteligentes, gostosas, parasitas, sensacionais. Mulheres de origens diversas, de idades várias, mulheres de posses ou de grana curta. Mulheres de tudo quanto é jeito. Mas se eu fosse homem prestaria atenção apenas num quesito: se a mulher é do tipo que puxa pra cima ou se é do tipo que empurra pra baixo. Dizem que por trás de todo grande homem existe uma grande mulher. Meia-verdade. Ele pode ser grande estando sozinho também. Mas com uma mulher xarope ele não vai chegar a lugar algum.Mulher que puxa pra cima é mulher que aposta nas decisões do cara, que não fica telefonando pro escritório toda hora, que tem a profissão dela, que o apóia quando ele diz que vai pedir demissão por questões éticas e que confia que vai dar tudo certo. Mulher que empurra pra baixo é a que põe minhoca na cabeça dele sobre os seus colegas, a que tem acessos de carência bem na hora que ele tem que entrar numa reunião, a que não avaliza nenhuma mudança que ele propõe, a que quer manter tudo como está. Mulher que puxa pra cima é a que dá uns toques na hora de ele se vestir, a que não perturba com questões menores, a que incentiva o marido a procurar os amigos, a que separa matérias de revista que possam interessá-lo, a que indica livros, a que faz amor com vontade.Mulher que empurra pra baixo é a que reclama do salário dele, a que não acredita que ele tenha taco pra assumir uma promoção, a que acha que viajar é despesa e não investimento, a que tem ciúmes da secretária. Mulher que puxa pra cima é a que dá conselhos e não palpite, a que acompanha nas festas e nas roubadas, a que tem bom humor. Mulher que empurra pra baixo é a que debocha dos defeitos dele em rodinhas de amigos e que não acredita que ele vá mais longe do que já foi.Se por trás de todo grande homem existe uma grande mulher, então vale o inverso também: por trás de um pequeno homem talvez exista uma mulherzinha de nada."

(Texto da Martha Medeiros)

Minha resposta ou comentário:

Olá Martha!

Aqui você deixou bem claro o seu preconceito contra a mulher que não tem profissão: a dona de casa. Esta não deixa de ser uma profissão. Uma dona de casa sem empregada trabalha muito e produz muitas outras coisas. É mais interessante e criativo, no entanto do que ficar carimbando o tempo todo e lambendo selo.

Quanto a colocar as pessoas para cima acho que mulheres e homens devem fazer isso. Todos afinal deviam fazê-lo. Não há nada que mais tire a energia de uma pessoa para seus propósitos do que dizer-lhe coisas negativas. No entanto o que passamos de positivo para os outros e o que nos mantém em boa forma e isso começa pelos elogios diários que deveriamos fazer a nós mesmos.

Eu sou formada em Direito, pratico desenho, tenho um curso muito sério de florais, tenho cursos de computador e outros. Sou dona de casa desde 1997 quando pessoas hipócritas a quem eu jamais revelo conspiraram planos para que eu saisse de um cargo. A dor foi profunda e esta é uma parte triste da minha vida que como outras eu não gostaria de ficar relembrando.

Não troco o lugar onde estou e fazendo as coisas que faço por qualquer lugar ou ambiente.

Não sou grande nem pequena, apesar de fisicamente ser baixinha. Mas, não era disso que você estava falando.
Estava falando deste seu detalhe de considerar o recipiente o conteúdo, de achar que uma mulher que hoje leva uma vida com menos qualidade do que a sua é menos.

Já vi e ouvi falar de pessoas muito arrogantes e que humilham em seus trabalhos sobretudo quando têm poder.
Isso me faz entender como tudo é mesmo relativo neste mundo e como posso dizer "eu me amo pelo que sou".

Eu e meu marido deveriamos nos colar para cima sim: mas, os dois deveriam fazer isso. Somos dois iguais.

A crítica não é uma ruptura e
continuo gostando muito de você.

Não faça críticas aos que estão
apenas com mais dificuldades do que você!
Eles podem ser assim como os maridos e podem se sentir
numa situação pior do que aquela em que estão.

Acho que não preciso de um grande homem para que eu seja uma grande
mulher, mesmo porque não quero ser grande ou pequena. Eu quero ser
do meu tamanho e ser mais eu. (esta parte acrescentei)

Um abraço!

domingo, novembro 21, 2004

Flores na vida


www.coisas fowfax.blogger.com.br
Bem-vindo!!!!

Estou tomando florais:

honeysucle: para integrar a mensagem do passado.
Constatei várias coisas interessantes. Tudo ainda
em segredo, revelando-se...agora para mim. Um dia
para todos e espero que eu esteja viva para que a
justiça me contemple com tantas pessoas que foram
enganadas ao meu respeito, mas principalmente uma,
presa de muita esperteza. Talvez se engane porque
quer. Das injustiças que me fizeram preciso curar o
ódio que me trás isso tudo. Por isso também estou
tomando holly.

holly: ódio, raiva, paixão, ciúmes ativo. Lado positivo:
amor universal este que busco. Eu sou muito holly
tanto no sentido negativo quanto no positivo.

Agora outro floral que não é de bach:

five corners (Austrália): para encontrar
a minha beleza única e
não me encolher constrangida neste sentido.
Interessante que estou me sentindo realmente
mais bonita com esta essência.

Estou recebendo como presente da vida e da
Maria esta terapia, apesar de eu ter formação em
florais de bach e conhecer outros florais. Por isso
estou sentindo uma grande gratidão por esta
pessoa maravilhosa que a minha terapeuta é.
Não é nada de cima para baixo. Ela me receitou
os florais com muita intuição, humildade e ajuda
divina e eu os recebo da mesma forma. Da mesma
forma como tantas vezes tratei pessoas de graça
com os florais agora sou eu que preciso. Quanto a
minha tristeza que acontece muitas vezes que
seja bem vinda, pois ainda não chegou a hora de
simplismente acabar com ela e nem chegará.
As luzes e as sombras
em nossas vidas devem ser integradas e não
separadas. Então somente assim teremos equilíbrio
e harmonia.

Caminho em meio a multidão como terapia e embora
eu ache mesmo que cada um de nós seja uma ilha,
também penso bem ao contrário ao mesmo tempo,
porque isso é paradoxal. Somos ilha por um lado,
pois ninguém além de Deus nos compreende totalmente
e somos pontes entre dois mundos: entre a terra e o Céu.
E aquilo que está em cima é o mesmo do que o que
está em baixo, pois somos um só diante de nosso Pai-Mãe
divinos que nos acolhe sempre que estivermos reunidos
em seu nome. Por isso eu não me sinto solitária em meio
a multidões. Eu ando em meio as pessoas que eu nem
conheço e revigoro as minhas forças, pois sinto claramente
esta unidade que muitos falam como se fosse uma coisa
de outro mundo. E, está aqui mesmo, agora...

Usemos os recursos tantos que foram colocados em
nosso planeta para cura, pois onde está a doença está
o remédio, onde está a carência está o recurso. Basta
a gente se acalmar, pegar leve na vida, buscar sutilizar as
forças humanas que se aperfeiçoam e sem perder o chão
vão ganhando as alturas.

Por falar nisso, em minhas buscas eu busquei energias
pouco sutis e ainda preciso me dar conta do quanto é
leve a felicidade verdadeira. Hoje eu vi isso nas fotos que
a amiga Pati me enviou na levesa do olhar daquelas pessoas
e na paisagem. Por isso eu quero estar longe de pessoas
estremamente críticas e preconceituosas que não souberam
gostar de mim, pois estou me amando e apreciando a minha
beleza. Estou apreciando também a beleza que chega em
mim, me solicita e me acaricia e sem desprezar no meu
coração quente, no meu coração holly, estou me esforçando
para perdoar os que
me desprezam; estou me esforçando para poder compreender
e perdoar tudo de ruim que já me fizeram. Isso para mim como
tudo na vida e hoje não deixo de repetir: é um processo. Algo
natural e dou todo tempo ao tempo que for necessário para
estar cada dia mais perto do Amor e da Paz.

sábado, novembro 20, 2004


www.coisas fowfax.blogger.com.br
Bem-vindo!!!!

Verdade! Verdade! Verdade!
Justiça! Justiça! Justiça!

Amor!

Verdade! Verdade! Verdade!
Justiça! Justiça! Justiça!
*

Um tempo que ainda se faz,
se faz com dor,
se faz com mentiras a serem reveladas,
se faz com
uma profunda comoção no peito em forma de desequilíbrio
emotivo
pela maldade tão protegida, tão pensada...
Um tempo para mim
algumas vezes bem difícil,
outras feliz, outras alegre ou simplesmente
sereno,
mas com muita busca.
Sem medo da tristeza imensa que por
vezes me visita.
Sem achar que devo estancá-la,
pois a sua outra face
é a alegria intensa.
Sem acreditar nas sutilezas
dos que desejam meu mal,
mas
aprendendo a prestar
atenção em todos os incentivos que
venho recebendo,
lá vou eu...para o centro de mim mesma,
onde sou
e vou ganhando vida
numa sabedoria que se acrescenta e se justapõe
sobre o coração,
um coração que descompassa facilmente,
mas que
sabe também bater no rítmo desta orquestra de amor e vida.
*
Permita que os mais sensíveis também possam ser Paz !
*
Da loucura: eu tenho poucas fixas para usar
por isso eu as recordei para usá-las
de forma homeopática
na hora do louco
quando subo com meu
vestido de bailarina
na corda
bamba e sombrinha
e atiro beijinhos prá todos,
me jogando nos
braços do meu
bem amado e ele me toma
no ar em spacatto.
*
Simpáticos
rapazes
aqueles
que flertam
com garotas
inteligentes e
se dão conta
disso
Vão sempre
para as suas casas
levando felicidades
Verdadeiras...felicidades... Urrruuuuuhhhhhh...
*
Inventaram o gene da esperteza. O problema dos espertos
é que este gene será implantado nos seus clientes.
*
Porque, menina boba, insistes em procurar agulhas em
palheiros a plena luz do dia?
*
Flor e borboleta
passarinho
gato
Flor e borboleta
passarinho
gato
Flor e borboleta
Flor
sem borboleta
Gato sem borboleta
Gato e flor
Eu bem que avistei!
*
Eu vi, eu ouvi, eu sei
Não de tudo
Talvez não do suficiente
mas, do necessário para
saber a continuar
a ser aquilo que
venho sendo
cada vez mais
*
Ele me amola e depois me olha assim...
Eu o admiro por estar sempre convicto do seu
momento e fazendo dele sempre o seu ato principal.
Não é nem que eu o perdoe...
Eu simplesmente cedo sem querer.
Ele é lindo!
*
Vamos deitar e ler um livro. Bissous!!!

quarta-feira, novembro 17, 2004

Janaina


www.coisas fowfax.blogger.com.br
Bem-vindo!!!!

Muitos
homens conhecera
Poucos a amaram
Ela mirou seu rosto no
espelho e percebera um rosto
que principiava a envelhecer
E depois da última cantada
investida por um grande
ator decidira rever seu valor,
valor de ter tido tanta fé no
ser humano total, quando hoje
percebeu que alguns usam o seu
melhor lado para satisfazer o pior lado
e outros investem todo o seu ser
em progredir em espírito pelas
veredas do amor.

...Não eu não me julgo carente e portanto não preciso
cair em nenhuma armadilha, mesmo quando a vida
apresenta dificuldades para mim que por momentos
me deixam vontade de fugir. Mas, eu estou aqui e ficarei
onde devo, no lugar da responsabilidade e da realidade e
se eu puder sonhar durante a vigília, pois então que seja
de olhos abertos_ Pensou Janaina sem escorregar
dos tamancos. Ela sempre pensava "com seus botões".

*
Conta-me um conto
que eu te dou um desconto!
*
Pouco me importa pensarem mal do que é bom.
*
Eu estou grávida de boas novas.
*
Amanhã
amanhecerá
também
*
=}{= ou =} + {=


www.coisas fowfax.blogger.com.br
Bem-vindo!!!!

Eu faço do meu jeito e você do seu.
Há muitos jeitos querendo determinar o fazer
alheio e o que é pior: há muitos jeitos querendo
determinar o ser alheio.

Quem pode deter os verdadeiros amantes da
liberdade?

Amor é liberdade e sou amor. Por isso deixei
de cair em muitas encascadas feitas pelos
que jamais conheceram o amor e a liberdade e
ainda assim pretendem saber sobre mim.
Quanto a todas as enrascadas onde escorrei,
posso dizer que elas em muito ajudaram para
que eu costurasse melhor as asas e voasse até para
bem além daqui e de mim mesma.

Quero-quero


www.coisas fowfax.blogger.com.br
Bem-vindo!!!!

Quero-quero é o "seresteiro cantador do meu Sertão."
Agora o Sertão é meu por causa da internet.

O segredo é não querer. Quem quer pode querer para
sempre. O segredo é... Presta bem atenção:

O segredo é SER

Isso foi o que disse o Neale fazendo aquele papel de Deus que
ele faz. Yes...!!!! Neale Donald Walsch.

Presto atenção no que eu sou da nuca ao dedão do pé, lá por
dentro em tudo: pensamento, sentimento...Sou um processo,
conforme me convenceram; sim. E vou experimentando. Sinto
que há músicas e gritos entremeados de silêncios, partes brutas
e polidas...Mas, tudo o que o ser súplica é sua expressão cada vez
mais plena e a avozinha interior diz para sua neta afoita: Calma,
menina! Calma minha filhota! Para que tanta agonia? Não
percebes que tu já és?

sábado, novembro 13, 2004

Hoje


www.coisas fowfax.blogger.com.br
Bem-vindo!!!!

Agora o blogspot mudou um tanto. Consegui colocar algo no meu
perfil.
Perfil é o nome de um jogo que um primo segundo meu vai ganhar
hoje dos meus filhos e da minha mãe. Um jogo interessante de
conhecimentos gerais.
Perfil é a idéia que se faz de uma pessoa e então você gosta
ou não gosta dela. Quer
ou não quer a pessoa. Tem julgamentos
e preconceitos ou não.
"Ama-me ou deixa-me!" diriam nos anos
cinqüenta, tempo da mamã. Mas eu digo tb. Eu quero ser amada
agora pelo que
consegui ser neste exato momento, por ser esta
pessoa que
vos escreve
e não pelo meu passado e, muito menos ainda
pelo meu futuro, mas também por eles porque o tempo não existe e
existe o ser que se limita
e se define através de comparações de frio,
quente, para cima e para baixo...que eu dispenso. Dispenso porque
estou florida e bem agora. Estou cor de rosa e mimosa e acendi a luz
de dentro para buscar as chaves e adentrar no quarto dos sonhos.
Depois de estar lá acordei-me leve. A curiosidade me cerca a todo
instante e espero pelo novo. Eram bobagens meus medos e
preocupações. Eram invensões do escuro. Se voltarem
saberei quem são
E cor magenta eles fugiram esbaforidos e se dismancharam na
paisagem. Parou de chover em mim. Agora é sol de primavera, agora
não há anseios, não é preciso incorporar mais nada, apenas ser.

quinta-feira, novembro 04, 2004

Se é preciso tocar


www.coisas fowfax.blogger.com.br
Bem-vindo!!!!

O texto abaixo nasceu no site da Martha Medeiros no seu intigante
fórum de discução. Como sempre eu devia ter revisto mais de uma vez. Agora
dei uma melhorada rápida, mas não significa que esteja ok.

O médico entrou na sala, tira as luvas, guarda o bisturi, mas ainda é médico.Médico, palhaço, trapezista, bailarino e operário, mas o que ele sabe mais ser é amador mesmo. Descontrai tirando também os óculos e sorri um sorriso largo com dentes perolados. A paciente estava usando uma máscara e uma touca. Retira a máscara e a toca e solta os cabelos longos, compridos e cheirosos à la Martha Medeiros. Pede para que o médico lhe conte se tem alguma ferida na alma. Ele diz que sim. Mostrá-lhe orgulhoso um pequeno sinal redondo e côncovo no ombro esquerdo. E então a moça bonita lhe diz:

_ Não vai doer nada. Deixa que eu tiro com anestesia floral. Mas, o médico esperneia e coloca os óculosnovamente dizendo:

_ Não vou aceitar que uma paciente com câncer avançado se espalhando por todo o seu corpo tente tocar no meu sinal raro, uma preciosamancha de nascença que herdei do meu tataravô holandês, um homem de muito valor e de grandes feitos. Preciso me operar no hospital Albert Ainsten.

A moça baixa a cabeça e sai de cena e morre.Na verdade do que ela gostava mais nele eram as orelhas mesmo. Aquele sinalzinho nem fazia muita diferença.

"Às vezes é preciso tocar sim."


terça-feira, novembro 02, 2004

Finados


www.coisas fowfax.blogger.com.br
Bem-vindo!!!!

Finito
Infinito
C'est fini
Finados

Morte e vida
Morte como aspecto da vida
Vida como aspecto da morte
Amor como aspecto da vida e da
morte - Renascimento - Esperança -
Lembranças revividas

Eu senti quando se foram em morte
e senti quando se foram em vida
Meus amores, meus amigos que
não estão mais aqui e encontro
em outros amigos tão vivos e gentis
esta mesma humanidade de que
somos feitos em outras formas
que são presentes da vida

E por cada um que morre uma flor que
vive por sobre uma lápide, por cada um
que vive ainda e se foi outra flor quase do
mesmo tom, embora mais intenso,
mais rubro desbotando
e a certeza do desencontro,
da tristeza e de saber que a liberdade
e para todos nos a nossa maior benção
depois da existência tão eterna em
cujo fundo guarda um pouco de
esperança de grandes revelações:
grandes, intensas, sinceras, vivas e
sobretudo muito verdadeiras...

A todos que souberam me oferecer o
remédio tão amargo das despedidas
após mostrarem-me o doce eu ofereço
esta tatuagem virtual que me desenha
na pele a marca que deixaram em mim
quando se foram, tão intensa tão
profunda, em alguns casos que o velho
Chopra precisou me consolar dizendo:
Somos o que perdemos.